Dissertação

{en_GB=Blended Workflow: Introduction of the Skip Operation} {} EVALUATED

{pt=Um workflow flexível é um workflow capaz de tratar de casos de exceção e adaptar a sua execução a situações inesperadas. Enquanto que as abordagens clássicas de workflows restringem a execução a um caminho específico, os workflows flexíveis permitem que a execução se desvie da especificação inicial. Esta tese explica como implementámos uma operação flexível -- a operação skip -- num ambiente de workflow particular chamado Blended Workflow. O Blended Workflow é uma ferramenta de gestão de processos de negócio que fornece duas perspetivas diferentes ao utilizador: um modelo tradicionalmente imperativo, e um modelo declarativo mais fluido. A operação skip é aplicada ao modelo imperativo que, por natureza, é uma abordagem mais rígida. A capacidade de passar à frente tarefas de trabalho não desejadas permite que a execução fuja à especificação inicial. Os dados que não foram preenchidos podem ser definidos mais tarde usando a perspetiva declarativa do workflow. Com esta nova funcionalidade, os utilizadores não têm necessariamente de executar tudo o que está inicialmente especificado pelo workflow imperativo, sendo ainda assim possível alcançar o objetivo final do processo de negócios. No cerne da operação skip, está a noção de estado dos dados: as instâncias de dados que foram passadas à frente têm um estado diferente das instâncias de dados preenchidas. A árvore de dependências é um mecanismo usado para gerir dependências de informação, que é particularmente útil em situações onde temos dados que dependem de outros dados que não foram preenchidos., en=Nowadays, business process management is supported by workflow tools that provide maximum efficiency in resource and personnel administration in order to create the best possible conditions to achieve the business process goals. A flexible workflow is a workflow capable of handling exception cases and adapting the execution to unforeseen situations. Whereas classical workflow approaches restrict the execution to a specified path, flexible workflows allow the execution to deviate from its initial specification. This thesis explains how we implemented a flexible operation -- the skip operation -- in a particular workflow environment called Blended Workflow. Blended Workflow is a business process management tool that provides two different process views to the user: a traditional imperative model, and a looser declarative model. The skip operation applies to the imperative model, which is a stricter approach by nature. The ability to skip over undesired work tasks allows the execution to deviate from its predetermined specification. The skipped data can be later defined using the declarative view of the workflow. With this new functionality, users do not have to necessarily execute what is initially specified by the imperative workflow, while still being able to achieve the business process' final goal. At the heart of the skip operation, is the notion of data elements state: skipped data instances have a different state from normally defined data instances. A mechanism called dependency tree is used to manage information dependencies, which is particularly helpful in situations where some data depends on other skipped data.}
{pt=Gestão de Processos de Negócio, Workflow, Flexibilidade, Skip, Árvore de Dependências, en=Business Process Management, Workflow, Flexibility, Skip, Dependency Tree}

Novembro 29, 2019, 16:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

António Manuel Ferreira Rito da Silva

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Associado