Dissertação

{pt_PT=Relevância da Conscienciosidade para Desenho de Interfaces Gráficas} {} EVALUATED

{pt=Cada vez mais a tecnologia tem um papel fundamental na sociedade com as suas aplicações a chegarem hoje a todas as pessoas. É, então importante que a tecnologia chegue a todos os utilizadores oferecendo a melhor experiência de utilização possível. Isso não é possível oferecer com uma interface única, fixa e constante, dado que cada indivíduo tem experiências diferentes e características que acompanham a utilização dessa interface. De entre todas as características do utilizador, um construto que modela a forma como ele interage com o mundo e processa os seus pensamentos é a personalidade. Em particular, a Conscienciosidade, um dos domínios da personalidade, tem elevada importância na organização, persistência e motivação pelo comportamento orientado para um objetivo. Assim, o objetivo deste trabalho é verificar se a Conscienciosidade é relevante para a adaptabilidade de uma interface e, no caso de o ser, se essa adaptabilidade poderá conduzir a uma melhor experiência para o utilizador. Para o nosso estudo foram realizados vários testes com utilizadores, para permitir recolher as suas preferências em relação a certos estilos de elementos de uma interface de forma a perceber quais os mais relevantes para a Conscienciosidade, recolher os seus dados fisiológicos para classificação do seu nível de Conscienciosidade, onde modelámos um classificador que alcançou uma accuracy de 85.1% e verificar se os utilizadores obtêm uma melhor experiência de utilização com uma interface adaptada ao seu nível de Conscienciosidade. , en=Nowadays technology plays a key role in society with its applications reaching everyone. Therefore it is important that technology reach all users offering the best possible user experience. That is not possible using a single, fixed and constant interface since each individual has different experiences and characteristics that accompany the use of an interface. In particular, a construct that models the way they interacts with the world and process their thoughts is personality. In particular, Conscientiousness, one domain of personality, is high important in the organization, persistence and motivation for goal-oriented behavior. Thus, the goal of this work is to verify whether Conscientiousness is relevant for the adaptability of an interface and, if so, if this adaptability could lead to an improved UX. For our study, several user tests were conducted to gather preferences for certain interface element styles in order to understand which ones are most relevant for conscientiousness, to collect their physiological data, specifically their brainwaves to classify their Conscientiousness level, where we modeled a classifier that achieved 85.1% accuracy, and verify if users get a better experience with an interface tailored to their level of Conscientiousness. Results indicate that Conscientiousness is relevant to the design of an interface, leading to a better user experience only for users with high Conscientiousness, specifically regarding the overall appreciation and usability of the interfaces.}
{pt=Personalidade, Conscienciosidade, Interface Adaptativa, Computação Fisiológica;, en=Personality, Conscientiousness, Adaptative Interface, Physiological Computation.}

Novembro 14, 2019, 10:30

Orientação

ORIENTADOR

Sandra Pereira Gama

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar Convidado