Dissertação

{en_GB=ADVANCE: Visualização da conectividade cerebral para a doença de Alzheimer} {} EVALUATED

{pt=A doença de Alzheimer está associada à perda de neurónios e consequente dificuldade em formar memórias, resultando num impacto negativo na qualidade de vida das pessoas. Onze métricas de conectividade cerebral foram medidas, para 111 regiões do cérebro. Embora esses dados sejam cruciais para a análise da doença de Alzheimer, consistem principalmente em informações textuais e numéricas, bastante difíceis de analisar e entender. Uma visualização que permita a representação desses dados, de forma a aliviar a interpretação dos mesmos e auxiliar num diagnóstico precoce, será capaz de preencher essa lacuna, funcionando como uma ferramenta complementar ao diagnóstico. Existiu uma primeira fase de aprendizagem, onde foram desenvolvidos protótipos de baixa fidelidade, idealizando ideias e funcionalidades de como ADVANCE poderia ser. Utilizadores alvo validaram, ajudando a esclarecer algumas dúvidas e a gerar novas ideias. O idioma principal do dashboard seria um conectograma, bem como outros idiomas em segundo plano, para permitir fazer comparações, sendo também possível ocultar / mostrar informações. Utilizando os princípios da Conectividade Cerebral, é possível estudar as relações estruturais e funcionais entre as regiões cerebrais, ajudando o diagnóstico precoce e o tratamento. ADVANCE é uma visualização interativa para a apresentação de tais dados, que permite uma análise e navegação eficazes. É uma interface que se baseia em múltiplas visões interligadas, oferecendo perspectivas diferentes sobre os mesmos dados, permitindo que o utilizador verifique o conhecimento do contexto, ao mesmo tempo que torna padrões imediatamente evidentes. Para validar, foram realizados testes com utilizadores que validaram a usabilidade e utilidade do ADVANCE., en=Alzheimer's disease is commonly associated with neuron loss and consequent difficulty in forming memories, resulting in a negative impact on people's quality of life. Eleven different brain connectivity metrics have been measured, for 111 regions of the brain. Even though these data are crucial for the analysis of Alzheimer's disease, it mainly consists of textual and numerical information, very difficult to analyse and understand. A visualization that allows the representation of such data in a way that alleviates data interpretation and aids in the establishment of an early diagnosis will potentially bridge this gap, working as a tool which complements diagnosis, potentially leading to a very important impact in patients' quality of life. First learning phase, low-fidelity prototypes were developed aiming at ideas how the dashboard of ADVANCE would be. Target users validated them, helped to clarify some questions and generated new ideas, the main idiom of the dashboard would be a connectogram, as well as second plan would always be visible to enable comparison, hide/show information is also possible. By using Brain Connectivity principles, it is possible to study structural and functional relations between brain regions potentiating early diagnosis and treatment. ADVANCE is an interactive visualization for presenting such data which allows effective navigation and analysis. It is an interface which relies on multiple, interlinked views, providing different perspectives on the same data, allowing the user to verify context knowledge, while making patterns immediately evident. To validate, all tests were performed with users who validated the usability and utility.}
{pt=Doença de Alzheimer, Visualização de Informação, Conectograma, Interatividade, en=Alzheimer's disease, Information Visualization, Connectogram, Interactivity}

Junho 7, 2017, 10:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Sandra Pereira Gama

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Prof Auxiliar Convidado