Dissertação

{pt_PT=Análise crítica da qualidade dos testes em projetos FLOSS} {} EVALUATED

{pt=Atualmente projetos FLOSS apresentam uma nova perspetiva ao conceito de contribuição na criação de sistemas. Entretanto, a qualidade desses projetos tem sido objeto de debate. Uma das formas de garantir a qualidade dos softwares é analisar a qualidade dos seus testes. O impacto de testes inadequados, que não detetam falhas, leva a um software de baixa qualidade, maiores custos de desenvolvimento, e atrasos no tempo da entrega. Nesta dissertação foram analisados 16 projetos FLOSS com testes, carregados do repositório Github, com o objetivo de avaliar a qualidade do conjunto de testes na deteção e diagnóstico de falhas. Assim também, avaliou-se o tipo de teste mais presente, e se o tamanho, a duração e o número de participantes de um projeto, afetam na qualidade dos testes. Os resultados mostraram que apenas 4 projetos apresentaram uma percentagem alta na deteção de falhas, demonstrando qualidade nos seus testes. Projetos com menor número de linhas de código e menor tempo de duração, apresentam mais qualidade nos testes em relação aos que possuem maior número de linhas de código e maior tempo de duração. O número de contribuidores em projetos, não representa totalmente a escrita de bons testes. Igualmente, a análise apresentou que a capacidade de diagnóstico dos testes na localização de falhas é muito baixa e os testes mais escritos são os de unidade., en=Currently FLOSS projects present a new perspective on the concept of contribution in the creation of systems. However, the quality of these projects has been the subject of debate. One way to ensure software quality is to analyze the quality of your tests. The impact of inadequate testing, which does not detect flaws, leads to poor software quality, higher development costs, and delays in delivery time. In this dissertation, we analyzed 16 FLOSS projects with tests, loaded from the Github repository, in order to evaluate the quality of the test suite in the detection and diagnosis of failures. Also, the type of test most present was evaluated, and if the size, duration and number of participants of a project affect the quality of the tests. The results showed that only 4 projects presented a high percentage in the detection of failures, demonstrating quality in their tests. Projects with less number of lines of code and less time of duration, present more quality in the tests in relation to those that have more number of lines of code and more time of duration. The number of contributors in projects does not entirely represent the writing of good tests. Likewise, the analysis showed that the diagnostic capacity of the tests in locating failures is very low and the most written tests are those of unit. }
{pt=Métricas de qualidade, Projetos FLOSS, Qualidade de testes, Testes de software, en=Quality Metrics, FLOSS Projects, Quality of Tests, Software Testing}

Maio 16, 2019, 8:30

Orientação

ORIENTADOR

Rui Filipe Lima Maranhão de Abreu

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Associado