Disciplina

Área

Área Científica de Sistemas de Informação > Tecnologias de Sistemas de Informação

Activa nos planos curriculares

LEIC-T 2021 > LEIC-T 2021 > 1º Ciclo > Área Principal > Análise e Modelação de Sistemas

LEIC-A 2021 > Leic-a 2021 > 1º Ciclo > Área Principal > Análise e Modelação de Sistemas

MEIC-T 2006 > MEIC-T 2006 > 2º Ciclo > Áreas de Especialização Complementares > Fundamentos de Engenharia Informática > Análise e Modelação de Sistemas

MEIC-A 2006 > MEIC-A 2006 > 2º Ciclo > Área de Especialização Complementar > Fundamentos de Engenharia Informática > Análise e Modelação de Sistemas

LEIC-A 2006 > LEIC-A 2006 > 1º Ciclo > Ciências da Engenharia Informática > Análise e Modelação de Sistemas

LEIC-T 2006 > LEIC-T 2006 > 1º Ciclo > Ciências da Engenharia Informática > Análise e Modelação de Sistemas

Nível

Teórica (55%). Nota mínima: 9.0 (4 testes com nota mínima de 7 por teste). Projecto (45%). Nota mínima: 9.0 (4 entregas, com nota mínima de 8.0 na entrega final)

Tipo

Não Estruturante

Regime

Semestral

Carga Horária

1º Semestre

3.0 h/semana

1.5 h/semana

105.0 h/semestre

Objectivos

Dotar os alunos com as competências fundamentais para a análise de problemas de engenharia em que a solução se pode conceptualizar como um sistema, recorrendo a técnicas de engenharia de requisitos e desenvolvimento de modelos conceptuais (especialmente em UML, SysML e BPMN).

Programa

Engenharia de Sistemas: conceitos, técnicas e processos Conceitos fundamentais de modelação conceptual no contexto da engenharia de sistemas; definições de "sistema" e de "sistema de sistemas"; conceitos de contexto e de arquitectura de sistema, "stakeholders", “concern”, “viewpoint”, “view” e modelos. As ontologias ISO 42010 e de Zackman. Técnicas de representação de contextos, com destaque para a técnica de mapas conceptuais. Conceitos, motivações para a MDA (Model Driven Architecture) e MDE (Model Driven Engineering). Apresentação das principais entidades de normalização de referência (ISO, ITU, IEEE, W3C, IETF, INCOSE, NISO, IPQ, OASIS, The Open Group, OMG). Engenharia de Requisitos: conceitos, processos e técnicas fundamentais: Requisitos como “concerns” e constrangimentos aos sistemas. Os processos de levantamento, negociação, validação e documentação de requisitos. Ferramentas de gestão de requisitos. Técnicas para levantamento de requisitos. Regras para expressão de requisitos bem formados e SMART (Specific, Measurable, Achievable, Realisable, Traceable). Técnicas de rastreabilidade. Requisitos funcionais. Conceitos de vistas de sistemas “black box” e “white box”. Casos de uso e cenários de casos de uso como técnicas de engenharia de requisitos (UML e SysML). Requisitos não funcionais. Contexto de sistema e questões éticas, sociais e políticas. Dimensões éticas e morais de análise de sistemas. Códigos de ética em engenharia. (IEEE, ACM e OE). Análise e Modelação Orientada a Objectos - Modelos de Estrutura: Modelação orientada a objectos: conceitos; vistas de estrutura e de comportamento. Sistemas físicos e sistemas lógicos. Sistemas de informação como sistemas lógicos. Análise de universos de discurso e desenvolvimento de modelos de domínio em UML. Associações em modelos UML (generalização e especialização; associações genéricas; composição e agregação; classes de associação). Diagramas de componentes e de instalação em UML. Modelação de interfaces. Diagramas de objectos. Modelos em SysML. Análise e Modelação Orientada a Objectos - Modelos de Comportamento: Vistas de comportamento “black box” (casos de uso) e “white box” (eventos, fluxos e mensagens). Técnicas UML para desenvolvimento de vistas de comportamento: diagramas de mensagens (sequência, comunicação, temporais; interacção geral), de actividade, e de máquinas de estado. Sistemas de Informação - Análise e Modelação de Processos de Negócio O processo como transformação de inputs em outputs com ênfase no produto final e produção de valor. A relevância da vista de processos de uma organização (qualidade e responsabilidade na norma ISO 9001). A cadeia de valor de Porter. A arquitectura de processos na arquitectura empresarial. Processos de “risk assessment” (identificação, análise e avaliação de risco). Elementos básicos da linguagem BPMN (eventos, actividades, gateways, sequências, mensagens, associações, objectos de dados). Diagramas genéricos em BPMN. Processos públicos, processos privados e colaborações. Orquestração de processos versus coreografia. Boas práticas e más práticas.

Metodologia de avaliação

Teórica (55%). Nota mínima: 9.0 (4 testes com nota mínima de 7 por teste). Projecto (45%). Nota mínima: 9.0 (4 entregas, com nota mínima de 8.0 na entrega final)

Bibliografia

Principal

Systems Engineering with SysML/UML - Modeling, Analysis, Design

Tim Weilkiens

2008

The MK/OMG Press - ISBN: 978-0123742742