Regulamento

Desenhado num contexto pós-laboral e pretendendo adequar a oferta à procura, o Curso de Especialização em Engenharia e Gestão do IST tem condições para se adaptar às características de muitos engenheiro, num leque alargado de perfis. Esta oferta foi pensada para engenheiros no mercado de trabalho, mas qualquer pessoa com a devida preparação pode frequentar módulos do curso em regime avulso. Os interessados na frequência do Curso de Especialização IST podem contar com um período de três anos para cumprir as condições necessárias. Estes módulos, numa base avulsa, já se lecionam há cerca de seis anos, mas a formalização do Curso de Especialização vem apenas de 2016. Por esse motivo, os alunos que tenham já frequentado e tido aprovação em alguns dos módulos (unidades curriculares do curso), antes do Curso de Especialização se ter constituído, podem solicitar equivalência, ficando assim com aprovação às unidades equivalentes do Curso de Especialização.

Para completar o Curso de Especialização em Engenharia e Gestão do IST é necessário ficar aprovado a seis unidades curriculares, as três Obrigatórias (Gestão para Engenheiros, Engenharia da Decisão, e Gestão de Projetos de Engenharia) e mais três facultativas, ver Tabela 1. Por fim, para além da aprovação nestas seis unidades curriculares (três obrigatórias e três facultativas), há que realizar um Projeto de curso. Com aproveitamento no Projeto e nas seis unidades curriculares o Curso de Especialização estará completo.

Cada unidade curricular (sem contar com Projeto, que não tem aulas) tem oito aulas de três horas, sempre das 19h às 22h, num total de 24h letivas, mais avaliação (exame e/ou outras modalidades).

Com o Projeto pretende-se enquadrar um problema, de preferência de carater profissional, no qual se desenvolva matéria relacionada com uma ou mais das unidades curriculares do curso. Neste projeto dever-se-ão desenvolver, sempre que possível, aspetos de integração entre engenharia e gestão. Cada projeto terá um orientador escolhido pelos alunos (normalmente de entre os docentes que teve no curso) e designado pelo Coordenador, eventualmente apoiado no parecer da Comissão Científica. Com um esforço equivalente a 12 ECTS este projeto pretende representar o equivalente a cerca de metade de uma tese normal de mestrado (ou o equivalente à unidade curricular de Projeto da maioria dos mestrados). Cada unidade curricular do curso (seja obrigatória ou facultativa) tem 3 ECTS. 

O Curso de Especialização em Engenharia e Gestão do IST tem assim um total de 30 ECTS. A estrutura do curso está representada na Tabela 1. Esta estrutura está em evolução podendo haver ajustes com adoção de novas unidades curriculares, assim como com a descontinuação de outras.

 


 Tabela 1 - Estrutura do curso

As inscrições são efetuadas através da Ordem dos Engenheiros, para o caso dos engenheiros membros, ou diretamente através da secretaria do DEG.

As edições dos diversos módulos são divulgadas caso a caso pela Ordem do Engenheiros com cerca de um mês de antecedência relativa à primeira aula.  No caso de o número de inscritos ser superior a 25 as inscrições são normalmente barradas. No caso de haver inscritos suficientes, fica ao critério do docente avançar com o curso, ou não.