Regulamento

Desenhado num contexto pós-laboral e pretendendo adequar a oferta à procura, o Curso de Especialização em Engenharia e Gestão do IST oferece dois regimes, exclusivamente concebidos para facilitar a sua adaptação a diferentes interessados. Um regime é o de inscrição a todas as unidades curriculares necessárias para perfazer o curso, e o outro, que nós até aconselhamos, é um regime de conquista de ECTS pela frequência com proveito nos diversos módulos necessários para completar o curso. Estes módulos, ao completar a carga curricular definida para o Curso de Especialização neste regulamento, se transformam em Unidades Curriculares do mesmo. Os alunos que tenham já frequentado e tido aprovação com classificação a alguns dos módulos (unidades curriculares do curso), antes de este Curso se ter constituído, podem solicitar equivalência, ficando assim com aprovação às unidades equivalentes do Curso de Especialização.

 

Para completar o Curso de Especialização em Engenharia e Gestão é necessário ficar aprovado às três Unidades Curriculares Obrigatórias: Gestão para Engenheiros, Engenharia da Decisão, e Gestão de Projectos de Engenharia. Para além destas três unidades é ainda necessário ficar aprovado a mais três unidades curriculares Facultativas (consultar a lista em baixo). Por fim, para além da aprovação nestas seis unidades curriculares (três obrigatórias e três facultativas), há que realizar um Projecto de curso. Com o Projeto e seis unidades o Curso de Especialização estará completo.

 

Cada unidade curricular tem oito aulas de três horas, sempre das 19h às 22h, num total de 24h mais avaliação (exame e/ou outras modalidades).

 

Com a Unidade Curricular de Projeto pretende-se enquadrar um projecto académico/profissional no qual se desenvolva uma problemática relacionada com uma das unidades curriculares do curso, ou com uma combinação de mais do que uma das unidades curriculares. Neste projecto dever-se-ão desenvolver, sempre que possível, aspectos de integração entre engenharia e gestão. Cada projeto terá um orientador escolhido pelos alunos e designado pelo Coordenador, eventualmente apoiado no parecer da Comissão Científica. Com um esforço equivalente a 12 ECTS este projecto pretende representar o equivalente a cerca de metade de uma tese normal de mestrado (ou o equivalente à unidade curricular de Projeto da maioria dos mestrados). Cada unidade curricular do curso (seja obrigatória ou facultativa) tem 3 ECTS. 

 

O Curso de Especialização em Engenharia e Gestão tem assim um total de 30 ECTS. A estrutura do curso está na Tabela 1 (ver abaixo).

 

Tabela 1 - Estrutura do curso

A referida equivalência para alunos que já tenham aprovação a unidades curriculares facultadas em anteriores cursos IST/OERS é direta. Basta ser solicitada à Secretaria de Graduação.

 

O conteúdo da Tabela 1 poder ser alterado, nomeadamente com o acréscimo de mais unidades curriculares e eventualmente por substituição de unidades curriculares que se julguem não ajustadas.