Dissertação

{en_GB=On evaluating vertically merged hospitals in terms of quality and access: The Portuguese experience} {} EVALUATED

{pt=Encontrar o modelo ideal para maximizar o valor em saúde é uma das dominantes preocupações dos sistemas de saúde. O presente estudo visa contribuir para a significante discussão dos efeitos da implementação do modelo de integração vertical, em especial pelo enriquecimento da literatura dedicada a estabelecer a ligação entre os indicadores de desempenho e os prestadores de saúde verticalmente integrados, através de uma revisão exaustiva da literatura e uma análise de desempenho robusta de prestadores de saúde Portugueses. Usando um modelo de Data Envelopment Analysis, orientado para os outputs, e Indices de Malmquist, estudou-se o impacto da implementação de modelos verticais (Unidades Locais de Saúde) na qualidade e no acesso, tendo em consideração o efeito ambiental. Através do estudo de 39 prestadores de serviços de saúde, entre 2015 e 2019, conclui-seque: hospitais incluídos em modelos verticais apresentam um desempenho parcial estatisticamente superior a hospitais singulares e centros hospitalares; um número significativo de hospitais incluídos em modelos verticais encontra-se acima do percentil 75 em termos de desempenho parcial; hospitais incluídos em modelos verticais exibem um desempenho geral e um desempenho relacionado com o desvio da fronteira estatisticamente inferiores, quando comparados a hospitais singulares e centros hospitalares, especificamente para a dimensão ”disponibilidade de serviços”. A consideração final é que hospitais incluídos em modelos verticais deverão apresentar melhorias na qualidade e no acesso, quando considerado o ambiente externo no qual estão incorporados., en=Uncovering the optimal delivery care model to maximize value in health is one of the dominant concerns of health systems. The present study aims at contributing to the serious and contentious discussion regarding the effects of the implementation of the vertical integration model, notably by enriching the literature devoted to establishing the link between healthcare outcomes and vertically integrated healthcare providers, through an exhaustive literature review and a robust performance analysis of Portuguese healthcare providers. Using an output-oriented Data Envelopment Analysis and a Malmquist Index approach, one studied the impact of implementing vertical models (Local Health Units) on quality- and access-related performance, considering the environmental effect. From the study of 39 healthcare providers, between 2015 and 2019, one may conclude that: hospitals included in vertical models exhibit statistically significant higher partial performance than singular hospitals and hospital centers; a significant number of hospitals within vertical models are above the 75th percentile regarding partial performance; hospitals included in vertical models exhibit statistically significant lower overall performance and frontier-shift related performance than singular hospitals and hospital centers, for services availability. The overall consideration is that hospitals within vertical models exhibit slight improvements in quality and access measures when considered the environment in which these are incorporated.}
{pt=Integração Vertical,  Data Envelopment Analysis, Índices de Malmquist,  Efeito Ambiental,  Qualidade, Acesso, en=Vertical Integration, Data Envelopment Analysis, Malmquist Index approach, Environmental Effect, Quality, Access}

Janeiro 22, 2021, 11:0

Orientação

ORIENTADOR

Alexandre Morais Nunes

Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa

Doutor

ORIENTADOR

Diogo Filipe da Cunha Ferreira

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar