Dissertação

{pt_PT=Danos operacionais internos - O caso da IKEA} {} EVALUATED

{pt=Em Portugal a IKEA conta com cinco lojas, sendo a sua estratégia de crescimento orientada essencialmente no aumento do volume de vendas e do número de lojas. A manutenção desta estratégia implica a solução de alguns problemas internos que a afetam sendo de realçar a percentagem de vendas perdidas devido a produtos invendíveis (danificados em operações internas, sem que tenham retorno). Estas perdas corresponderam em 2016, a nível mundial, a uma média de 0,3% do volume de vendas, equivalente a perdas de cerca de 110 milhões de euros. Como indicador, em 2016, a percentagem de lucro face às vendas da IKEA em Portugal foi de cerca de 6%. Os danos internos afetam diretamente as margens da IKEA e a perceção de qualidade por parte do cliente, sendo esta a maior preocupação da IKEA. Com a intenção de solucionar este problema analisaram-se os processos em armazém da IKEA, definiram-se prioridades de foco e delineou-se um plano de ação para o futuro. Ao longo desta dissertação será apresentada a empresa e a caracterização do estudo de caso com enfase na identificação e processamento dos danos internos e dos locais críticos à sua ocorrência. Após este enquadramento será desenvolvida uma revisão bibliográfica da literatura científica existente utilizando conceitos relacionados com danos internos, armazém e retalho. Serão utilizados métodos de análise de causa para chegar à raiz do problema sendo depois apresentado o plano de ação. Não obstante a IKEA ter uma elevada capacidade de adaptação, beneficiaria de um melhor acompanhamento das medidas implementadas. , en=In Portugal, the IKEA brand has five retail stores and its growth strategy is essentially focused on growing the sales volume and the number of stores. Achieving this goal will require the resolution of some of the internal issues that can put it in jeopardy, such as the percentage of lost business due to unsellable products (damaged beyond repair), In 2016, globally, this percentage amounted to 0,3% of the sales, the equivalent to 110 million euros. As an indicator, in 2016, IKEA’s profit margin on sales was, in Portugal, 6%. Internal damages directly impact IKEA’s margins, reducing its reinvestment power and subsequently its ability to retain their market position as a low-cost differentiated company. Another affected aspect is the quality perception of the client towards the brand which is IKEA’s largest concern. Having in mind the mitigation of this growing problem it was necessary to analyse the warehouse processes, define the scope and elaborate an action plan. During this dissertation, the company will be presented as will the characterization of the case study focusing the identification and processing of internal damages, and its most critical places of occurrence. After this framework a literature review will be developed using concepts related to internal damages, warehousing and retail leading to the usage of root cause analysis methods and the development of an action plan suitable to its results. IKEA has the capacity to rapidly adapt, however it would benefit greatly from an improvement on the follow up on their implemented ideas. }
{pt=Danos, Logística, Operações de Armazém, Retalho, Analise de Causas Raiz, en=Damages, Logistics, Warehouse operations, Retail, Root Cause Analysis}

Outubro 31, 2017, 9:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Susana Isabel Carvalho Relvas

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Associado