Dissertação

{pt_PT=Firm Dynamics in the Marketing Industry} {} EVALUATED

{pt=O crescente interesse na dinâmica de empresas é evidente pela quantidade de estudos que têm sido realizados neste âmbito. A sobrevivência e o crescimento das empresas são dos componentes mais importantes do crescimento económico e da criação de emprego. O principal objetivo desta dissertação é estudar a sobrevivência de empresas na indústria de marketing em Portugal na última década, usando o Sistema de Contas Integradas das Empresas. Para estudar sobrevi-vência das empresas, foram estimados modelos de duração de proportional hazards, com uma função de baseline hazard modelada em segmentos de hazard constante (piecewise exponential). Analisamos o impacto da idade da empresa, do número de trabalhadores no ano de fundação, do número de trabalhadores atual, das exportações, do investimento em inovação e da concentração de mercado na sobrevivência. Os resultados revelam que empresas mais velhas e com mais trabalhadores têm menor hazard de saída do mercado em comparação com empresas mais novas e pequenas. Encontramos também que a dimensão de startup tem um impacto negativo na hazard de saída. Além disso, empresas exportadoras apresentam menor hazard de saída do que as empresas que apenas operam no mercado doméstico. Porém, não encontramos evidência de uma relação entre investimento em inovação e sobrevivência. Por último, a inclusão de um fator específico da indústria na análise é significante: a concentração de mercado promove a sobrevivência de empresas sugerindo um menor risco de saída. , en=The emergence of scientific interest in firm dynamics is evident, as it has been subject to several studies worldwide. Firm survival and firm growth are considered to be key determinants in both economic growth and job creation. The main objective of this dissertation is to study firm survival in the marketing industry in Portugal in the last decade, using the Integrated Business Accounts System (Sistema de Contas Integradas das Empresas - SCIE). In order to study firm survival, we estimated duration models of proportional hazards, with a baseline hazard function modeled in constant hazard segments (piecewise exponential). We examine the impact on firm survival of firm age, number of employees at startup, current number of employees, exports, innovation investment and market concentration. Our results suggest that older and larger firms are less likely to fail in comparison with younger and smaller ones. We also find that start-up size has a negative impact on the hazard. Moreover, exporting firms present a lower hazard of exit than firms operating only in Portugal. However, we found no evidence regarding a relationship between innovation investment and firm survival. Furthermore, the inclusion of an industry-specific factor on the analysis is significant: market concentration is found to promote firm survival, leading to lower risk of exit. }
{pt=sobrevivência de empresas, indústria de marketing, idade, dimensão, exportações, inovação, en=firm survival, marketing industry, age, size, exports, innovation}

Junho 22, 2018, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Hugo Miguel Fragoso de Castro Silva

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Prof Auxiliar Convidado

ORIENTADOR

Ana Sofia Mascarenhas Proença Parente da Costa

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Prof Auxiliar Convidado