Dissertação

{en_GB=Technology Acceptance in Health: eHealth - the perspective of clinicians} {} EVALUATED

{pt=A tecnologia tem vindo a ser introduzida nos vários ramos da saúde. Nesta dissertação, o objectivo é estudar o estado actual da eHealth no Serviço Nacional de Saúde (SNS), que variáveis influenciam a sua aceitação pelos profissionais de saúde e como é que se pode melhorar essa aceitação. Esta informação foi adquirida utilizando dois métodos: entrevistas individuais a especialistas com experiência e decisores políticos desta área para avaliar que tópicos seriam explorados; questionários pela Internet para todos os médicos e enfermeiros do SNS. A seguir, através de Principal Component Analysis e regressão linear, tentou-se primeiro identificar e depois relacionar as diferentes variáveis. Os resultados dos questionários de 151 profissionais indicaram a sua percepção sobre: o maior obstáculo ser “Meios tecnológicos no local de trabalho insuficientes”, o maior benefício tanto para os pacientes como para eles ser a redução do número de viagens de e para as instituições de saúde; o maior incentivo ser “Incentivos para as instituições na aquisição de equipamentos de telemedicina”; um sentimento de inadequação da estratégia para a telemedicina no SNS. Tentou compreender-se as variáveis intrínsecas e elas foram construídas com boas correlações entre os itens que foram agrupadas para as explicar mas más correlações entre elas. As principais recomendações que advêm deste estudo são a clarificação da estratégia para a telemedicina aos profissionais de saúde do SNS e o investimento em aquisição de equipamento para aproveitar a atitude positiva em relação à telemedicina desses profissionais., en=Technology has been introduced in the various fields of healthcare. In this dissertation, the goals will be to study the current state of eHealth in the Nacional Health System (NHS), which variables influence its acceptance by the healthcare professionals and how one can improve said acceptance. That information was acquired using two methods: individual interviews to both experienced specialists and policy deciders in this area to evaluate which topics would be further explored; Internet survey targeting all the physicians and nurses in the NHS. Then, through Principal Component Analysis and linear regression, one attempted to first identify and then correlate the different variables. Survey results from 151 respondents indicated their perception of: the greatest obstacle to be “Insufficient technological media in the workplace”; the greatest benefit for both themselves and their patients to be the reduction of the number of travels to and from the healthcare institutions; the greatest incentive to be “Incentives for the institutions to acquire telemedicine equipment”; a clear disagreement regarding the adequacy of the strategy for telemedicine in the NHS. An attempt was made to understand the underlying variables and they were built with good correlation between the items that were grouped together to explain them but with low correlations when compared to each other. The main recommendations that stem from this study are the clarification of the strategy for telemedicine to the healthcare professionals in the NHS and an investment in equipment acquisition to build on top of the professionals’ positive attitude towards telemedicine.}
{pt=aceitação de tecnologias, eHealth, Principal Component Analysis, regressão linear, tecnologia em saúde, telemedicina, en=eHealth, linear regression, Principal Component Analysis, technology acceptance, technology in healthcare, telemedicine}

Dezembro 5, 2016, 11:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Maria Teresa Aguiar Santos Paiva

CENC – Centro de Electroencefalografia e Neurofisiologia Clínica Lda

Professora Associada (aposentada)

ORIENTADOR

Carlos Manuel Pinho Lucas de Freitas

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Prof Auxiliar Convidado