Dissertação

{en_GB=Exploring the acceptance of social robots in Public Spaces: A user-centred approach Model} {} CONFIRMED

{pt=Ao longo dos últimos anos, os progressos alcançados em Inteligência Artificial (AI), sensores, processadores, sistemas de cloud e Internet of things (IoT), levaram ao desenvolvimento e implementação de robôs sociais. Estes robôs são desenvolvidos para trabalhar, cooperar e interagir socialmente com seres humanos. É esperado que estes se tornem omnipresentes na nossa sociedade; não obstante, a mera presença destes sistemas não aumenta a sua aceitação, nem a vontade de interagir com os mesmos. É por isso necessário realizar estudos centrados no utilizador que avaliem os fatores influenciadores da aceitação de robôs sociais, para entender as suas atitudes e perceções, de modo cumprir com expectativas e necessidades. Este estudo propõe um modelo de aceitação de robôs sociais em espaços públicos. Este modelo é uma versão estendida do UTAUT2 e foi testado usando PLS-SEM. Os resultados mostraram que os principais determinantes da intenção de usar robôs sociais em espaços públicos são a expectativa de desempenho e a motivação hedónica, o que significa que a utilidade do robô e a diversão associada à interação afetam diretamente a aceitação destes sistemas em espaços públicos. Além disso, os efeitos moderadores da idade, sexo e experiência também foram avaliados com análise multi-grupo (Multi-Group Analysis) e não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre os coeficientes de percurso (path coefficients). Desta forma, ao entender os fatores que influenciam a aceitação destes robôs por potenciais utilizadores nestes ambientes, este estudo impulsiona o ramo da robótica social e contribui com diretrizes e implicações para o desenvolvimento de futuros robôs sociais., en=Over the last years, the technological progresses achieved in Artificial Intelligence (AI) and in other technologies such as sensors, batteries, processors, cloud-based systems and the Internet of Things (IoT), have given the field of robotics the necessary tools to develop and deploy social robots. Social robots are designed to work, cooperate and socially interact with humans, and are expected to become ubiquitous in our society.Notwithstanding, the mere presence of these systems does not increase people’s acceptance and willingness to interact. Thus, it is necessary to perform user-centred studies that evaluate the factors that influence user acceptance of social robots, to understand the attitudes and perceptions potential users have towards social robots, better meeting their expectations and needs. This study aims to propose a social robot acceptance model in public places. The proposed model is an extended version of the UTAUT2 and was tested using PLS-SEM. Results showed that the main determinants of the intention to use social robots in public spaces are performance expectancy and hedonic motivation, meaning the usefulness of the robot and the fun-related experience directly affect the acceptance of these systems in public spaces. Also, the moderating effects of age, gender and experience were evaluated with Multi-Group Analysis and no statistically significant differences between path coefficients were found. This way, by understanding the factors that influence the acceptance of social robots by potential users, in these environments, this study pushes the field of social robotics forward and contributes with guidelines and implications to future developers.}
{pt=modelo de aceitação de robôs sociais, desenvolvimento centrado no utilizador, espaços públicos, PLS-SEM, en=social robot acceptance model, user-centred product development, public spaces, PLS-SEM}

Novembro 28, 2019, 14:0

Orientação

ORIENTADOR

Carlos Baptista Cardeira

Departamento de Engenharia Mecânica (DEM)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Carlos Manuel Ferreira Monteiro

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Auxiliar