Dissertação

{pt_PT=Assessing the Social Sustainability of Frugal Products} {} EVALUATED

{pt=Inovações frugais são produtos, serviços, processos ou modelos de negócio que se dirigem aos consumidores dos segmentos mais baixos do mercado (baixo e médio). Inovação Frugal é por vezes mencionada como uma nova forma de negócio uma vez que pretende conceber produtos e serviços respeitando o equilíbrio das três dimensões da sustentabilidade. Apesar de o conceito do termo “Inovação Frugal” não ser consensual na literatura – sendo apresentado sob diferentes aspectos e cenários, é unânime a visão de que é uma maneira de “fazer mais com menos” para mais pessoas, sugerindo o volume de mercado que Inovação Frugal pretende servir. Desde que foi referido pela primeira vez em 2010, Inovação Frugal tem sido estudada por diversos autores de diferentes áreas; contudo, a sua ligação a Sustentabilidade Social não aparece ainda clara na literatura. Assim, este trabalho pretende contribuir para esse estudo apresentado o Modelo de Avaliação Social de inovações frugais (FISA) - que foi construído usando quatro tipos de informação – que resultaram da aplicação de uma estratégia multi-metodológica: (1) características frugais, (2) conceitos de Valor Social e Impacto Social, (3) os grupos de interesse mais importantes, e (4) as áreas sociais mais relevantes para a avaliação de inovações frugais. Ao usar este modelo, os impactos e valores sociais são identificados e medidos, e o utilizador obtém informação que apoia a sua decisão, dado que o FISA permite a avaliação de um produto ou serviço para cada grupo de interesse em cada área social., en=Frugal innovations are products, services, processes and business models that target underserved customers of low-mid market segments. Frugal Innovation may be seen as a new way of doing business by conceiving products and services respecting the balance between the triple bottom line pillars: Economic, Environmental and Social. Despite the fact that Frugal Innovation’s concept and boundaries often differ when taken from different perspectives, nobody argues against the statement “do more with less”, which suggests not only the market volume that Frugal Innovation aims to supply, but also the concerns on minimizing the use of resources. Since its first use in 2010, several authors from different fields have studied Frugal Innovation; however its link with Social Sustainability is still not clear in the literature. Therefore, this work intends to cope with it by presenting the Framework for Frugal Innovations’ Social Assessment (FISA). The framework was built with four types of information - which resulted by the application of a multi-methodological strategy: (1) frugal characteristics, (2) Social Value and Social Impact concepts, (3) the most significant stakeholders for Frugal Innovation, (4) the most relevant social areas to assess Frugal Innovation. By applying this framework, the socialrelated impacts and values are identified and measured and, as a result, the user gets information that supports the decision-making process, as FISA allows to assess the product or service stakeholderby- stakeholder, in certain social area.}
{pt=Inovação Frugal; Sustentabilidade Social, en=Frugal Innovation; Social Sustainability}

Junho 22, 2018, 9:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Ana Isabel Cerqueira de Sousa Gouveia Carvalho

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Auxiliar