Dissertação

{pt_PT=Análise económico-financeira dos hospitais EPE portugueses} {} EVALUATED

{pt=Os hospitais públicos portugueses representam mais de 50% da dívida do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e são determinantes na insuficiência financeira do mesmo. A análise da literatura revela que a maioria dos estudos sobre a eficiência dos hospitais recorrem ao Data Envelopment Analysis (DEA) e focam-se na eficiência técnica, verificando-se uma falha no que respeita a uma análise económica e financeira. Este estudo recorre a uma forma particular da metodologia de Benefit of Doubt (BoD), que acomoda indicadores desejáveis e indesejáveis. A análise de desempenho incide em 23 entidades nos anos de 2013 a 2016 e 19 em 2017, no que respeita ao acesso, a eficiência e produtividade, financeiro e a qualidade. A agregação do desempenho nas quatro categorias permite a análise de um desempenho geral. Esta avaliação sucede sob dois cenários. Para cada análise são apresentadas as abordagens de metafronteira e fronteira anual. Os resultados expostos parecem indicar que os mesmos são dependentes dos anos. Na generalidade, as entidades apresentam um bom desempenho. O desempenho por grupo permite reconhecer a existência de trade-offs entre os quatro grupos. Em média, a ineficiência geral das entidades varia entre 3% a 7%, e são identificadas as entidades benchmarks. Verifica-se que a inclusão da dimensão financeira no desempenho geral conduz a uma alteração do mesmo. Os resultados de ambos os cenários apresentam associação significativa. Este estudo surge como único e de especial pertinência, uma vez que recorre a indicadores económicos e financeiros para avaliar o desempenho dos hospitais, através do BoD. , en=Portuguese public hospitals represent more than 50% of the National Health Service (NHS) debt and are decisive in their financial insufficiency. Analysis of the literature reveals that most hospital efficiency studies use Data Envelopment Analysis (DEA) and focus on technical efficiency, with a flaw regarding economic and financial analysis. This study uses a particular form of the Benefit of Doubt (BoD) methodology, which accommodate desirable and undesirable indicators. The performance analysis focuses on 23 entities in the years 2013 to 2016 and 19 in 2017, regarding access, efficiency and productivity, financial and quality. The performance aggregation in four categories allows the analysis of an overall performance. This assessment takes place under two scenarios. For each analysis, the metafrontier and annual frontier approaches are presented. The exposed results indicate that they are dependent on years. In general, entities have a good performance. Group performance allows the recognition of trade-offs between the four groups. On average, the general inefficiency of the entities varies between 3% to 7%, and benchmarks entities are identified. The inclusion of a financial dimension in the overall performance leads to a change on it. The results of both scenarios show a significant association. This study emerges as unique and with special relevance, as it uses economic and financial indicators to assess hospitals performance, through the BoD. }
{pt=Benefit of Doubt, Desempenho, Hospitais Públicos, Indicadores compósitos, Indicadores económico-financeiros, en=Benefit of Doubt, Composite indicators, Economic and financial indicators, Performance, Public Hospitals}

Outubro 13, 2020, 18:0

Orientação

ORIENTADOR

Maria Isabel Craveiro Pedro

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Diogo Filipe da Cunha Ferreira

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar