Dissertação

{en_GB=Development of 3D spheroid cultures of cancer cells for the preclinical evaluation of novel theranostic agents } {} CONFIRMED

{pt=O cancro é uma das principais causas de morte em todo o mundo, tornando a investigação de novos métodos de diagnóstico e terapia uma prioridade. Contudo, a maioria dos compostos que entra em ensaios clínicos acaba por não ser aceite devido à falta de eficácia, o que se deve, em parte, à utilização de modelos pré-clínicos com um valor preditivo limitado. O objetivo deste trabalho foi o estabelecimento e a caracterização de modelos 3-Dimensionais de cultura de 3 linhas celulares de cancro da próstata (CP) e 2 de glioblastoma que se assemelham aos tumores in vivo (esferoides). A caracterização dos esferoides incluiu o estudo da seu crescimento, integridade e viabilidade. Para além disso, a presença de populações de células estaminais cancerígenas (CECs) também foi estudada, recorrendo a dois marcadores (CD44 e CD117). Por fim, para analisar o potencial dos modelos desenvolvidos na avaliação pré-clínica de compostos baseados em metal, os efeitos da exposição a 64CuCl2 e metalacarboranos foram estudados. Como esperado, os resultados demonstraram que os esferoides são mais resistentes a ambas as famílias de compostos em comparação com células cultivadas em monocamada. A resistência ao 64CuCl2 foi mais elevada nas células que possuíam uma maior população de CECs, responsáveis pela maior resistência e reincidência do cancro. No caso dos metalacarboranos, que têm potencial radiosensibilizador, os resultados preliminares mostraram que não existia sinergia entre os efeitos cito- e radiotóxicos, provando que estes modelos fornecem indicações importantes em relação ao potencial clínico dos compostos em estudo., en=Cancer remains one of the main causes of death worldwide, making the search for new diagnostic and therapeutic tools urgent, to guarantee an early diagnosis and to improve the patients' prognosis. Nevertheless, most drugs that enter human clinical trials fail to be approved due to their lack of efficacy, which is partly due to the use of preclinical models with limited predictive value. The goal of the present work was to establish and characterize 3-Dimensional cultures of 3 prostate cancer (PCa) and 2 glioblastoma cell lines that more closely resembled in vivo tumors (spheroids). To characterize the spheroids, their growth behaviour, integrity and viability were studied. Furthermore, the populations of cancer stem cells (CSCs) present in the spheroids were also evaluated using two different markers (CD44 and CD117). Finally, to analyse the potential of the models developed in the preclinical evaluation of metal-based compounds of clinical interest, the effects of exposure to 64CuCl2 and metallacarboranes were assessed. As expected, the results highlighted the higher resistance of the spheroids to both families of compounds when compared with monolayer-cultured cells. Interestingly, resistance to 64CuCl2 treatment was found to be higher in the cells that had a bigger population of CSCs, known to be important for cancer resistance and relapse. For metallacarboranes, which had been described as potential radiosensitizers, the preliminary results obtained, showed no synergy between cyto- and radiotoxic effects, proving that these models can provide important indications regarding potential advantages or shortcomings of the drugs under evaluation in the clinical setting.}
{pt=Cancro da próstata, glioblastoma multiforme, esferoides, viabilidade, células estaminais cancerígenas, compostos baseados em metais, en=Prostate cancer, glioblastoma multiforme, spheroids, viability, cancer stem cells, metal-based compounds}

Novembro 20, 2019, 11:30

Orientação

ORIENTADOR

Joana Filipa Fernandes Guerreiro

C2TN

Doutora

ORIENTADOR

Filipa Fernandes Mendes

Departamento de Engenharia e Ciências Nucleares (DECN)

Investigador Auxiliar