Dissertação

{en_GB=Geometric analysis of intracoronary pressure curves} {} CONFIRMED

{pt=Testes de fisiologia coronária são usados na prática clínica com o objetivo de avaliar o significado fisiológico de lesões coronárias angiograficamente intermédias. O iFR e o cFFR são indicadores que quantificam o rácio entre a pressão distal e a pressão proximal a uma estenose, em zonas predefinidas das curvas de pressão. Nesta dissertação, é proposto que a severidade de uma lesão coronária possa estar relacionada com a geometria da curva de pressão distal à estenose. De forma a testar esta hipótese, foi desenvolvido um software que analisa curvas de pressão, adquiridas no laboratório de cateterismo. Para esta análise, foram calculados cinco índices diferentes em diferentes zonas do ciclo cardíaco. Estes índices, obtidos a partir dos aparelhos usados na prática clínica, foram comparados com uma simulação dos mesmos através do software desenvolvido. Os coeficientes de correlação obtidos (r2>0.97) nestas comparações permitem uma validação do método e dos resultados obtidos. Além disso, usando um conjunto de dados reduzido, os novos índices foram comparados com o iFR de forma a avaliar a sua correlação com este índice. O indicador que apresentou uma melhor correlação foi o Índice 7 (y=0.77x−0.506; r2=0.2). Estes resultados sugerem que o comportamento geométrico da curva de pressão distal pode estar relacionado com a severidade da lesão coronária. Estas descobertas poderão vir a ter aplicabilidade clínica, que deverá ser avaliada num estudo clínico prospectivo., en=Coronary physiology assessment tests are used to evaluate the physiological severity of angiographically intermediate coronary stenotic lesions. iFR and cFFR are indicators, used in clinical practice, that quantify the ratio between the pressure distal and proximal to a stenosis in predefined zones of the pressure recordings. In this thesis, it is proposed that the severity of a coronary lesion can be related with the geometry of the pressure curve distal to the stenosis. In order to test this hypothesis, a software was developed where pressure recordings were analysed and five new geometric indices were automatically computed in different zones of the cardiac cycle. The commercially available indices, obtained from the device used in clinical practice, were compared to the same emulated indices computed by this new software. The correlation coefficients obtained (r2>0.97) in these comparisons suggest a correct automatic identification of cycles and curve time points, validating the method for their automatic detection. The validation of the new physiological indices was performed by comparing them to the iFR, considering a reduced dataset of 39 runs. The indicator that presented the most significant correlation with iFR was Index 7 (y=0.77x−0.506; r2=0.2). These results suggest that the geometrical behaviour of the distal pressure curve is correlated with the severity of coronary lesions, as evaluated with established indices. This finding may have clinical applicability, which should be evaluated in a clinical prospective study.}
{pt=Fisiologia Coronária, Geometria da Curva de Pressão, Instantaneous Wave-Free Ratio, Hiperémia induzida por Contraste, Isquémia Miocárdica, en=Coronary Physiology, Pressure Curve Geometry, Instantaneous Wave-Free Ratio, Contrast induced Hyperaemia, Myocardial Ischaemia}

Novembro 14, 2019, 14:0

Orientação

ORIENTADOR

David Cintra Henriques Silva Neves

Hospital do Espírito Santo - Évora

Especialista

ORIENTADOR

Jorge Filipe Duarte Tiago

Departamento de Matemática (DM)

Professor Auxiliar