Ver Post

Dissertações MERC

27 Maio 2011, 10:16 - Maria João Silva Carvalho

  

Aluno Nº: 55981,   Pedro Nuno Gomes Moscoso,   Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding.

Juri:   Presidente: Professor Doutor Paulo Jorge Pires Ferreira.  Orientador: Professor Doutor Mario Serafim dos Santos Nunes, Co-orientador: Professor Doutor Rui António dos Santos Cruz, Vogal: Professor Doutor Paulo Luis Serras Lobato Correia.

Data: 02 de Junho de 2011, Hora: 14:30h, Local: Taguspark, Sala 1.38

Resumo:  Num meio tão diversificado como é a Internet, com uma grande heterogeneidade de terminais e ligações, a distribuição de vídeo de uma forma adequada apresenta-se como um problema de resolução complexa. A distribuição de conteúdos multimédia, através de diversos serviços, tem crescido amplamente nos últimos anos e representa já uma considerável fatia do tráfego na Internet. No entanto muitos destes serviços não tomam em consideração a qualidade de experiência do utilizador, originando paragens na visualização do vídeo, degradação da imagem ou mesmo incapacidade de reprodução. Tal facto deve-se à falta de mecanismos adaptativos que se ajustem as capacidades da rede e do terminal.  Nesta tese apresenta-se uma análise sobre as técnicas, arquitecturas e conceitos para a adaptação de vídeo e apresenta-se uma solução inovadora para um protótipo de distribuição de vídeo adaptativo baseado nas tecnologias da Web, capaz de suportar vídeo escalável. A solução, focada na parte cliente, inclui mecanismos de controle de qualidade para poder maximizar a qualidade de experiência do utilizador, é apropriada para arquitecturas de TV interactiva pela Internet e compatível com redes de distribuição de conteúdos e de distribuição de vídeo Peer-to-Peer (P2P). Os resultados da avaliação do protótipo mostram que a solução apresentada oferece grande robustez e capacidade de adaptação a situações extremas. 

Palavras-chave:  Distribuição de video, streaming adaptativo, H.264/AVC, video escalável, peer-to-Peer 

 
Aluno Nº: 54378,   Davide Catarino Carona Figo, 

Sistema para Identificação de Actividades Pedestres.

 

 

 

Juri: Presidente: Professor Doutor Paulo Jorge Pires Ferreira, Orientador: Professor Doutor Diogo Manuel Ribeiro Ferreira, Co-Orientador: Professor Doutor João Manuel Paiva Cardoso, Vogal: Professora Doutora Teresa Maria Sa Ferreira Vazao Vasques.

Data: 02 de Junho de 2011, Hora: 17:30h, 

Local: Taguspark, Sala 1.38.

 

 

 

 

 

Resumo: 

 

Os dispositivos móveis assumem cada vez mais um papel omnipresente na vida dos seus utilizadores. Este facto possibilita o desenvolvimento de melhores interfaces e serviços conscientes do contexto com os quais os utilizadores podem contar para a realização das suas tarefas.  Com a inferência do contexto do utilizador através de sensores e a sua partilha para as aplicações, é possível antecipar as necessidades do utilizador a partir de dados sensoriais e realizar as acções automaticamente permitindo que o utilizador se concentre na execução da tarefa em mãos.  Para a inferência do contexto actual do utilizador, o estado físico é uma das três principais componentes a par da data/hora e da localização. O estado físico é composto por posturas e actividades físicas onde se enquadram as actividades pedestres.  O sistema de identificação de actividades pedestres desenvolvido encontra-se estruturado de forma modular e encontra-se dividido em três níveis que representam, à medida que se percorre o sistema, um incremento no nível de detalhe sobre a actividade do utilizador.  Os resultados do sistema demonstram uma precisão global de 93% para um conjunto de 10 actividades e posturas, incluindo andar, correr, saltar, estar de pé, estar deitado, estar sentado, subir escadas, descer escadas, praticar futebol e praticar ténis.  Os dados recolhidos consistem num total de 58 amostras de um minuto, para o conjunto de actividades apresentado, recolhidas por 8 voluntários. O sensor de aceleração utilizado consistiu no sensor triaxial embutido no comando wiiremote da consola Wii da Nintendo®.

Palavras-chave:  Context-Aware Services, Inferência de actividade, Acelerómetro, Reconhecimento de contexto, String-Matching, Wiiremote

 

 

Aluno Nº: 57460,   João Miguel Marques de Almeida da Cunha Mota,   Combining Heterogeneous Access Networks with Ad-Hoc Networks for Cost-Effective Connectivity

Juri:  Presidente: Professor Doutor Paulo Jorge Pires Ferreira, Orientador: Professor Doutor Artur Miguel do Amaral Arsenio, Co-orientador: Doutora Rute Sofia, Vogal: Professor Doutor Rui Jorge Morais Tomaz Valadas.

Data: 02 de Junho de 2011, Hora: 16:00h, Local: Taguspark, Sala 1.38.

Resumo:  Devido à proliferação de tecnologias sem fios de baixo alcance tais como Wireless Fidelity (Wi-Fi) ou Bluetooth os dispositivos móveis com capacidades multihoming estão a proliferar. A existência de diferentes interfaces físicas nestes dispositivos torna-os capazes de se interligarem a diferentes redes heterogéneas de uma forma auto-organizativa. Actualmente, para tornar as redes ad-hoc mais confiáveis, têm-se utilizado técnicas como o multihoming e o balanceamento de carga. No entanto, este tipo de técnicas não utiliza de uma forma eficiente e simultaneamente todas as interfaces físicas de rede presentes nos dispositivos móveis.  Esta tese aborda o tema da utilização simultânea das várias interfaces sem fios de um mesmo dispositivo, tendo como objectivo principal analisar técnicas que possam permitir um melhor desempenho da rede. A análise deste desempenho assenta numa análise do melhoramento do débito e latência da rede. Para tal foi implementada uma abstracção situada entre a camada de aplicação e as várias interfaces de rede, que pode ser usada em redes ad-hoc heterogéneas.  Esta solução tem por base uma interface virtual que permite o uso simultâneo de várias interfaces de rede, escondendo a heterogeneidade das aplicações, e que permite a adição de um qualquer número de interfaces de rede, aumentando assim o ritmo de transmissão total do dispositivo.

Palavras-chave:  Multihoming, Redes sem fios heterogéneas, Eficiência, Interface Virtual, Balanceamento de carga.

 

Aluno Nº: 57434,   Filipe Perdigão da Costa,   SIN: Service-based Interconnected Networks

Juri: Presidente: Professor Doutor Paulo Jorge Pires Ferreira, Orientador: Professor Doutor Rui Manuel Rodrigues Rocha, Vogal: Professor Doutor Carlos Nuno da Cruz Ribeiro.

Data: 06 de Junho de 2011, Hora: 10:30h, Local: Taguspark, Sala 1.24.

Resumo:  Actualmente, as redes sem fios são uma das mais importantes áreas de investigação onde o foco incide sobre a mobilidade e conectividade dos utilizadores. Porém, durante anos, centros de I&D têm-se focado muito na tecnologia móvel e nas arquitecturas de baixo nível e pouco a aspectos de mobilidade de alto nível, tais como arquitecturas de descoberta de serviços e suas interoperabilidades. Considerando as necessidades de mobilidade dos utilizadores, será natural que se pense num protocolo de descoberta de serviços que seja adaptativo a diferentes ambientes de rede, tais como arquitecturas de rede e actuais protocolos de descoberta de serviços. Além disso, a possibilidade de oferecer descoberta e utilização de serviços através de redes vizinhas é muito promissor.  Motivado por estas situações e factos, esta dissertação tem como objectivo descrever o desenvolvimento desta solução e sua arquitectura, bem como todo o processo para a descoberta de serviços em redes vizinhas e a sua implementação.  Este trabalho propõe um novo sistema para descoberta de serviços que não interage directamente com a aplicação cliente, mas que vincula todos os protocolos de descoberta de serviços num único geral e meta protocolo de descoberta de serviços.  Para avaliar o sistema proposto, foram conduzidos testes de eficácia e eficiência a fim de aprovar se o sistema é transparente no interesse dos utilizadores finais, bem como se o sistema é útil para garantir a mobilidade dos utilizadores. Tudo isto foi validado através de testes de desempenho, mesmo em condições exigentes como em ambientes dinâmicos e pervasivos.

Palavras-chave:  Protocolo de descoberta de serviços, Redes sem fios, Interoperabilidade, Mobilidade