Mobilidade

Anúncios


Anúncio 4/2020

Os alunos deverão a enviar-me o PEF a cores, preenchido (excepto notas IST), assinado e o Transcript of Records ambos com o número de aluno no nome do ficheiro, e ambos num único email.

Após a conversão de notas, eu própria enviarei o PEF assinado ao NMCI. No entanto, se o NMCI não tiver o original do ToR,o processo não segue para a Área de Graduação 

Qualquer ficheiro que me seja remetido para assinar, deverá ser em formato PDF e ter o número de aluno (não o IDIST) no nome do ficheiro. Exemplo: "25511-Plano Inicial/Final/Alterações/LA"

Deverá ser-me remetido um único email com TODOS os documentos (em formato pdf) a assinar


Para os alunos agora colocados e que ainda não conhecem os procedimentos, agradeço que leiam ATENTAMENTE as explicações desta página.

O Plano Inicial e o LA devem ser enviados num mesmo email

A "contact person" no LA é o NMCI

As vagas disponíveis podem ser consultadas aqui.

Qualquer candidatura a estas vagas deverá ser precedida de uma consulta ao NMCI de forma a confirmar que não se encontram já fechadas as candidaturas à UA do seu interesse.


1 - Não são autorizadas trocas de colocações

2 - As desistências nas Universidades mais procuradas (quando comunicadas à Coordenadora!) serão publicitadas a todos os alunos concorrentes e postas novamente a concurso por um período limitado de tempo

3 - A lista de vagas será oportunamente divulgada

4 - Alunos com média entre 12,00 e 12,49 só terão o acordo da Coordenadora para ir em Mobilidade no 2º semestre, se fizerem prova (consulta do curriculum) de ter atingido o valor mínimo de 12,50 valores.

5 - Em caso de desistência, agradece-se essa comunicação o mais cedo possível de forma a que a vaga possa ser atribuída a outro aluno.

Projeto piloto de mobilidade virtual

Recebi a seguinte informação dos Órgão Centrais:

O Instituto Superior Técnico é parceiro num projeto piloto internacional desenvolvido em parceria com quatro universidade europeias: Aalto University (Aalto), Politecnico di Torino (PoliTo), Technical University Darmstadt (TUDa) e Université Grenoble Alpes (UGA), cujo objetivo é disponibilizar entre si um conjunto de unidades curriculares oferecidas em inglês num modelo totalmente virtual. O projeto tem início já no primeiro semestre de 2020/21, com a possibilidade de frequentarem algumas destas unidades curriculares a partir de Setembro de 2020. Pretende-se colocar à disposição dos nossos alunos uma experiência similar à mobilidade/intercâmbio, mas totalmente virtual.

Se concluídas com sucesso e aprovadas pelo vosso coordenador de mobilidade, estas disciplinas serão reconhecidas e os ECTS contabilizados nos vossos planos de estudo.

A lista de UC's disponíveis pode ser consultada aqui.

Está aberto um período de candidaturas dos  alunos outgoing, entre o dia 01.12.2020 e 08.12.2020.

Horário de Atendimento

A Coordenadora de Mobilidade do DEEC, Profª Maria José Resende, tem horário de atendimento a alunos à 3ª feira, das 10.30 às 12:00. O atendimento faz-se via zoom e carece de marcação via email.

Alunos Outgoing

O NMCI produziu um panfleto com indicações úteis para os alunos que querem fazer mobilidade.Muitas dúvidas poderão ser esclarecidas consultando o Regulamento dos Programas de Mobilidade.

ANTES DA MOBILIDADEO aluno deverá procurar na Universidade onde foi colocado, quais as UC's de Mestrado que pretende frequentar de acordo com o seu curriculum e propor um Plano Inicial de Estudos que deverá ser equilibrado em termos de ECTS em mobilidade e respectiva equivalência no IST (mínimo de 30 ECTS); compreendendo a diversidade de unidades curriculares existentes, poderá aceitar-se uma tolerância de 10% no total de ECTS dos Planos de Estudo (para obter 30 ECTS no IST deverá fazer um mínimo de 27 ECTS em Mobilidade).Os alunos em mobilidade para países fora do sistema de ECTS poderão consultar as equivalências de ECTS neste documento.De acordo com o Regulamento dos Programas de Mobilidade, o aluno não poderá obter equivalência a uma UC a que tenha reprovado no IST; se tal acontecer, perderá os créditos correspondentes.Em caso de desistência da colocação, o facto deverá ser comunicado à Coordenadora para que a vaga possa ser, quanto antes, recolocada a concurso.Alunos que pretendam fazer Dissertação em Mobilidade deverão ter um Co-Orientador no IST e a tese deverá ser discutida no IST como qualquer outra, excepto se se integrar num programa de Duplo Grau.Um Plano Inicial de Estudos que inclua a Dissertação deverá, obrigatoriamente, fazer-se acompanhar de uma declaração do co-orientador do IST confirmando que aceita co-orientar a dissertação do referido aluno.

DURANTE A MOBILIDADEO Plano Inicial de Estudos não pode ser alterado sem o acordo da Coordenadora.Caso necessite, deverá primeiro propor as alterações através do envio do formulário:1. Se está fora do sistema ECTS (Acordos bilaterais) Alterações ao Plano Inicial de Estudos 2. Se está dentro do sistema ECTS (Erasmus) Documento DEEC Alterações e só depois preencher o quadro "During Mobility" do LA que deverá ser assinado pelos dois Coordenadores (Universidade onde se encontra em mobilidade e IST).Compete ao aluno remeter este documento ao NMCI.Se houver necessidade de uma troca de diversos emails, os anteriores  deverão ser sempre apresentados de forma a que rapidamente a Coordenadora localize o caso em questão.É fundamental a identificação através do número de aluno IST.As alterações que forem efectuadas são oficializadas pela assinatura do Coordenador no formulário Alterações ao Plano Inicial de Estudos (no caso dos acordos bilaterais) ou no During Mobility do LA (no caso dos programas Erasmus).

DEPOIS DA MOBILIDADE No regresso do período de mobilidade, deverá preencher o impresso Plano Final de Estudos a cores anexo a esta página, e apresentar-lo à Coordenadora, juntamente com o documento original Transcript of Records que obteve e o documento de alterações (Alterações ao Plano Inicial ou "During Mobility" do LA, conforme os casos), para que se conclua o processo de equivalências.As UC's a que não obteve aprovação não deverão constar no Plano Final de Estudos, nem as respectivas equivalências, obviamente.

Alunos Condicionados

Os alunos condicionados só poderão ir em mobilidade no 2º semestre se, no fim do 2º semestre do ano lectivo anterior, fizerem prova de que atingiram os requisitos mínimos do Concurso (120 ECTS e média superior ou igual a 12,50).Compete aos alunos condicionados enviar essa prova à Coordenadora, manifestando o seu interesse em ir em mobilidade no 2º semestre.

Attachments