Dissertação

{en_GB=Objective Quality Assessment of 3D Synthesized Views} {} EVALUATED

{pt=Com a explosão das tecnologias digitais surgem novos modelos de representação visual, do stereo ao vídeo multiview, e destinados a diversas aplicações como as de difusão 3D de desporto, etc. Um formato de representação que se mostra interessante e promissor é o multiview plus depth, onde a distância da câmara aos objetos (referida como mapa de profundidade) pode ser obtida para além da textura, por várias vistas. Este formato permite sintetizar vistas no descodificador evitando a necessidade de adquirir, codificar e transmitir um número maior das mesmas. No descodificador, as técnicas de síntese das vistas criam outras novas vistas a partir de um conjunto de vistas vizinhas. Infelizmente, este processo pode criar diversos tipos de distorções geométricas na vista sintetizada. Portanto, para monitorizar a qualidade da experiência do utilizador final ou até conduzir à otimização do processo de codificação e transmissão devem ser procuradas métricas automáticas, objetivas e de qualidade. No seguinte trabalho, é apresentada uma métrica objectiva full-reference, relativa à qualidade de vídeo. Esta funciona no domínio espácio-temporal e considera o flickering e as distorções 2D. De modo a avaliar o desempenho da métrica, foi utilizada uma base de dados relevante, referente à qualidade de vídeos sintetizados. A métrica de avaliação de qualidade de vídeo proposta supera o estado da arte 2D e métricas objetivas de qualidade 3D. Além disso, verificou-se também que utilizar um modelo just-noticeable difference ao nível do pixel para a distorção causada pelo flickering melhorou a correlação linear da métrica, mas diminuiu a correlação monotónica., en=With the explosion of digital technologies new models of visual representation have also emerged, from stereo to multiview video and for several applications such as 3D sports broadcasting, movie post-processing, etc. An interesting and promising representation format is the multiview plus depth where the distance from the camera to the objects can be acquired (referred as depth map) besides the texture for several views. This format allows to synthesize views at the decoder, avoiding the need to acquire, code and transmit a large number of views. At the decoder, the view synthesis techniques create novel views from a set of neighbouring views. Unfortunately, this process can create several types of geometric distortions in the synthesized view. Thus, to monitor the quality of experience for the end-user or even drive optimization of the encoding and transmission process (e.g. decide which views must be sent), automatic objective quality metrics need to be pursued. In this document, a full-reference objective video quality metric is presented. This metric works on the spatiotemporal domain and address the flickering and 2D spatial distortions. In order to assess the metrics performance, a relevant synthesized video quality database was used. The proposed video quality assessment metric outperforms relevant state-of-the-art 2D and 3D objective quality metrics. Also, it was shown that using a pixelwise just-noticeable difference model for flickering distortion has improved the metric linear correlation, but it lowered the monotonic correlation.}
{pt=Qualidade, Qualidade de Experiência, 3D, 3D-HEVC, Vistas Sintetizadas, Qualidade de Vistas Sintetizadas, en=Quality, Quality of Experience, 3D, 3D-HEVC, Synthesized Views, Synthesized Views Quality}

Novembro 28, 2017, 10:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Catarina Isabel Carvalheiro Brites

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Prof Auxiliar Convidado

ORIENTADOR

João Miguel Duarte Ascenso

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Fernando Manuel Bernardo Pereira

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Associado