Dissertação

{en_GB=A new value proposition for a genetic test of hereditary thrombophilia} {} EVALUATED

{pt=A predisposição genética para a formação de coágulos sanguíneos – trombofilia hereditária – acarreta consequências potencialmente fatais, sendo um dos fatores de risco do tromboembolismo venoso (TEV). O TEV caracteriza-se pela formação patológica de coágulos nas veias que podem eventualmente entrar na circulação sanguínea e obstruir outro vaso do corpo - embolia. As hipóteses de sobrevivência após um evento de TEV diminuem com o tempo, sendo apenas 41.5% oito anos após a primeira embolia pulmonar [1]. A taxa de incidência anual de TEV em indivíduos com ascendência europeia varia entre 104 e 183 por cada 100,000 pessoas-ano [1]. Considerando o impacto negativo do TEV na saúde, uma ferramenta de diagnóstico que estime a propensão genética à coagulação anormal torna-se bastante útil. Esta dissertação teve como objetivo o desenvolvimento de uma nova proposta de valor para o TromboGene Kit (TRB kit), um teste genético de trombofilia hereditária desenvolvido pela Heartgenetics, Genetics Biotechnology, S.A.. Primeiramente efetuou-se uma revisão da literatura sobre a trombofilia hereditária. Seguiu-se uma análise estatística envolvendo dois coortes de pacientes com TEV e abortos recorrentes, também uma manifestação clínica de interesse, visando averiguar a associação entre o painel genético do teste e essas manifestações. Os passos anteriores conduziram à proposta de alterações ao painel atual, cujo impacto no modelo de risco do produto foi posteriormente analisado. Os resultados deste trabalho representam importantes contribuições para o contínuo desenvolvimento de uma proposta de valor sólida para o TRB kit., en=Having a genetic predisposition to the formation of blood clots – hereditary thrombophilia – comes with potentially fatal consequences, being one of the risk factors for developing venous thromboembolism (VTE). VTE is characterized by the pathological formation of blood clots in veins, which can possibly enter blood circulation and obstruct another vessel in the body – embolism. The chances of survival after a VTE event tend to decrease over time, being 41.5% eight years after the first pulmonary embolism (PE) [1]. The annual incidence rate of VTE among people of European ancestry varies between 104 and 183 per 100,000 person-years [1]. Given the negative impact of VTE in health, a diagnostic tool which estimates the genetic predisposition to abnormal coagulation is of great value. The goal of this dissertation was to develop a new value proposition for the TromboGene Kit (TRB kit), a genetic test of hereditary thrombophilia developed by Heartgenetics, Genetics Biotechnology, S.A.. First, a literature review about hereditary thrombophilia was performed. A statistical analysis followed involving two cohorts of VTE patients and of recurrent miscarriage (RM) patients, a clinical manifestation also of interest, aiming to investigate the association between the test’s genetic panel and those manifestations. The previous steps led to the proposal of alterations to the TRB kit’s current panel, whose impact was then assessed in the product’s future risk prediction model. This work paved the way for the development of a new solid value proposition for the TRB kit.}
{pt=Trombofilia Hereditária, Tromboembolismo Venoso, Aborto Recorrente, Testes Genéticos, Modelo de Previsão de Risco, en=Hereditary Thrombofilia, Venous Thromboembolism, Recurrent Miscarriage, Genetic Tests, Risk Prediction Model}

Novembro 28, 2018, 9:0

Orientação

ORIENTADOR

Ana Teresa Correia de Freitas

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Catedrático

ORIENTADOR

José Miguel Ranhada Vellez Caldas

HeartGenetics

Doutor