Dissertação

{en_GB=Inspection of global transcription changes upon DNA damage in individual nuclei} {} EVALUATED

{pt=As células são constantemente ameaçadas por lesões no ADN. O estudo dos mecanismos de recuperação do ADN tem-se focado principalmente em células proliferativas, negligenciando células pós-mitóticas. Entre as células pós-mitóticas existem as células musculares esqueléticas que tem a característica particular de serem células multinucleadas. Estudos realizados previamente no laboratório SAlmeida mostraram que miotubos diferenciados não conseguem reparar quebras na dupla cadeia do ADN pela via canónica de recombinação homóloga e que lesões no DNA desencadeiam a condensação da cromatina, sugerindo uma desativação da transcrição. Este projeto tem como objetivo investigar a resposta destas células após lesões no ADN. Especificamente, iremos investigar como é que lesões no ADN de um único núcleo modulam a transcrição do núcleo lesado e dos núcleos vizinhos. A nossa hipótese sugere que lesões no ADN de um único núcleo suprime transcrição de genes adjacentes. Através de microscopia de fluorescência e técnicas bioquímicas num modelo in vitro do sistema da diferenciação miogénica, foi demonstrado que a transcrição é imediatamente suprimida em resposta à lesão no ADN e é reiniciada pelo menos 30 minutos depois. Os dados obtidos fornecem novas ideias sobre os mecanismos de resposta a lesões no ADN em células musculares esqueléticas multinucleadas que são relevantes para entender melhor os mecanismos de supressão de tumores que existem nestas e noutras células multinucleadas, podendo fornecer novos alvos para terapias antineoplásicas., en=Cells are constantly threatened by DNA damage. Study of the DNA repair pathways has focused on proliferating cells, overlooking terminally differentiated cells. Amongst terminally differentiated cells, skeletal muscle cells have the singular property of being multinucleated. Previous work done at SAlmeida laboratory has shown that differentiated myotubes cannot repair DNA DSB by the canonical homologous recombination (HR) pathway and that DNA damage triggers a chromatin condensation state suggesting a transcriptional shut-off. This project aims at further investigating the DNA damage response in these cells. Specifically, we will inspect how does DNA damage in a single nucleus modulates the transcriptional response of the damaged and its neighboring nuclei. Our hypothesis is that DNA damage in a single nucleus suppresses transcription of adjacent genomic loci. Using fluorescence microscopy and biochemical approaches in an in vitro model system of myogenic differentiation, we show that transcription is immediately suppressed in response to DNA damage and reinitiates at least 30 minutes after. Our data provides novel insights into the DNA damage response in multinucleated skeletal muscle cells that are relevant to better understand tumor suppressor mechanisms operating in these (and other multinucleated) cells and may provide novel targets for anticancer therapies.}
{pt=Danificação de ADN, Resposta a lesões no ADN, Cromatina, Transcrição, Células musculares esqueléticas, en=DNA damage, DNA damage response, Chromatin, Transcription, Skeletal muscle cells}

Novembro 30, 2018, 9:30

Orientação

ORIENTADOR

Arsénio do Carmo Sales Mendes Fialho

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Associado

ORIENTADOR

Sérgio Alexandre Fernandes de Almeida

Instituto de Medicina Molecular, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa

Professor Auxiliar