Dissertação

{en_GB=Geocast System} {} APPROVED

{pt=A cada dia que passa, aproximamo-nos de um mundo em que os veículos se deslocarão autonomamente, sem precisar de qualquer auxílio humano para tomar decisões. Para que os veículos autónomos se tornem uma realidade, é necessário que exista partilha de informação entre todos os intervenientes de uma rede veicular, como carros e infraestruturas. Esta partilha de informação tem de ser confiável, assegurando que nenhuma informação relevante seja perdida e, por outro lado, a entrega da informação tem de ser com uma latência reduzida, para que todos os nós da rede estejam o mais atualizados possível. Assim, existiu a necessidade de criar arquiteturas que suportem estes requisitos nas suas aplicações de tomadas de decisões. Na Europa, o ETSI desenvolveu a arquitetura C-ITS, onde o modo de comunicação entre os nós é bastante inovador, comparado com os modos tradicionais de comunicação. O modo de comunicação implementado nesta arquitetura chama-se Geocast, que possibilita o envio de informação para uma área geográfica, sem ser preciso ter conhecimento da identidade dos nós que lá se localizam. Dado que este modo de comunicação é muito recente, não existem estudos suficientes para tirar conclusões se funciona corretamente. Assim, este trabalho visa implementar uma visão simplificada da arquitetura ETSI, com especial ênfase na camada que implementa o modo de comunicação Geocast, para que estudantes possam utilizá-la como base do desenvolvimento das suas aplicações C-ITS., en=Each day that goes by is a day closer to the day in which all vehicles will move autonomously, with no need for any sort of human aid to make decisions. In order for autonomous vehicles to become a reality, the sharing of information between all intervening parties in a vehicle network, such as vehicles and infrastructures, is necessary. This share of information must be reliable, assuring that no relevant information is lost, and, on the other hand, the information delivery must be done with a small latency, in order for all the network nodes to be updated as best as possible. Thus, emerged the need to create architectures that support these requirements for applications that can make decisions. In Europe, ETSI developed the C-ITS architecture, on which the way of communicating between nodes is quite innovative, when compared to traditional ways of communication.The name of this communication mode is Geocast, which enables the possibility of sending information to a geographical area, with no need for the knowledge of the identity of the nodes that are in such location. Because this communication mode is recent, there are not sufficient studies in order to take conclusions on whether it is correctly working. As such, this work aims to implement a simplified vision of the ETSI architecture, with special emphasis on the layer which implements the Geocast mode of communication, in order for students to be able to use it as a foundation for their C-ITS applications.}
{pt=C-ITS, Geocast, GeoNetworking, Veículos Autónomos, VANET, en=C-ITS, Geocast, GeoNetworking, Autonomous Vehicles, VANET}

Orientação

ORIENTADOR

Teresa Maria Sá Ferreira Vazão Vasques

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Associado