Dissertação

{pt_PT=On the use of a weather radar for flood forecasting in the Centre of Portugal} {} EVALUATED

{pt=Tem-se verificado um aumento da frequência de cheias. A implementação de sistemas de aviso antecipado e ferramentas de previsão são medidas que permitem agir de forma a reduzi a vulnerabilidade da área afetada. Uma combinação judiciosa entre análise em tempo real de dados udométricos e modelação hidrológica e hidráulica são imprescindíveis para a execução destes sistemas. Estimativas de precipitação de radar têm sido usadas para fornecer informação complementar sobre a precipitação. Assim, o objetivo é avaliar a contribuição do radar para sistemas de previsão de cheias em bacias propensas à ocorrência de cheias, como Águeda. Estudaram-se dois eventos, que ocorreram nesta localidade, em 2016 e 2019. Para compreender se o radar fornece informação relevante para a previsão de cheias, os dois eventos foram simulados com o programa HEC-HMS, utilizando como input, as estimativas de radar originais e corrigidas, e os dados udométricos. As estimativas corrigidas resultaram de uma análise de correlação entre as medições de precipitação obtidas pelos udómetros e pelas estimativas de radar. Os caudais resultantes foram comparados com aqueles observados nas estações hidrométricas. Esta comparação permitiu compreender os impactos que o uso do radar tem na computação dos caudais. A simulação do evento de 2016 sugere que este é suscetível a erros que tornam a sua utilização em contexto operacional problemática. Enquanto o evento de 2019, evidencia a sua utilidade operacional, numa ótica de redundância. Concluindo, a contribuição do radar para a modelação e subsequente previsão de eventos de cheia é importante, mas apenas em sistemas com redundância., en=There has been an increase in the frequency of floods. Accurate forecasting tools and early warning systems are needed to increase preparedness and reduce vulnerability. A judicious combination of real-time analysis of udometer data and hydrological and hydraulic modelling lies at the heart of most flood warning systems. Estimations of precipitation from meteorological radar have been used to provide complementary data. The aim of this dissertation is to evaluate the contribution of the radar to flood forecasting systems in flood-prone watersheds, like Águeda. Two flood events that occurred in 2016 and 2019, were studied. To understand if the radar offers relevant data for flood modelling and forecasting, the two events were simulated with HEC-HMS, using as input, modified radar and udometer precipitation data. The modified radar estimates were the result of a correlation analysis between precipitation measurements from udometers and radar estimates. The adjusted radar, along with raw data and udometer data, were then used as input of HEC-HMS. The resulting computed discharges were compared with observed ones, at river gauge stations. This comparison allows to understand how radar data impacts the computed discharges. The simulation of the event of 2016 suggests that the radar may suffer from errors that render problematic its use in operational context. The event of 2019, however, is an example of the usefulness of the radar to provide redundancy to operational forecasting systems. In conclusion, the contribution of the radar for modelling and subsequent forecast of floods is valuable but only within systems with redundancy. }
{pt=Radar Meteorológico, Udómetro, Precipitação, Caudal, Cheia, en=Weather Radar, Udometric Station, Precipitation, Discharge, Flood}

Janeiro 18, 2021, 11:30

Orientação

ORIENTADOR

Rui Miguel Lage Ferreira

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado

ORIENTADOR

Rodrigo De Almada Cardoso Proença de Oliveira

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar