Dissertação

{pt_PT=Análise do desempenho do consumo energético em edifícios. Caso de estudo edifícios de escritório} {} EVALUATED

{pt=Os edifícios têm um consumo energético associado e o desenvolvimento da sociedade tem gerado o acréscimo deste consumo. Como a maioria da energia provém de fontes não renováveis, o impacto ambiental é grande. Os estudos existentes são maioritariamente realizados em edifícios habitacionais, contudo os edifícios comerciais apresentam cada vez mais, percentagens expressivas no consumo energético total. Esta dissertação pretende contribuir para o conhecimento do consumo energético em escritório, através da análise de uma base de dados fornecida pela EDP Distribuição, numa amostra composta por 104 escritórios distribuídos por Portugal Continental e um caso de estudo específico de um escritório, com painéis fotovoltaicos. Na análise geral da amostra procura-se perceber quais os edifícios com maiores consumos energéticos a nível distrital e que padrões de consumo possuem. Conclui-se que a média anual de consumo é de 94,4 kWh/m2 e de 2500 kWh/colaborador e que entre os meses de novembro e abril o índice de consumo energético é superior à média da amostra. A análise mais detalhada foi feita a um edifício, avaliou-se qual a contribuição da fonte renovável e como evolui ao longo dos anos o consumo energético, verificando-se uma diminuição, acentuando-se a partir das medidas de confinamento impostas pelo aparecimento da pandemia em Portugal. Foram realizadas analises estatísticas de formar a perceber se variáveis como área útil, número de colaboradores, radiação solar, temperatura exterior, … explicam os indicadores do consumo energético e qual o grau de correlação. Revelando-se o consumo energético diário o que detém uma maior correlação. , en=Buildings have associated an energy consumption and the development of society has generated the increase of this consumption. Since most of the energy comes from non-renewable sources, the environmental impact is substantial. Current studies are mostly carried out on residential buildings, but the increase of total energy on offices buildings requires an appraisal. This master’s thesis aims to contribute to the knowledge of energy consumption in commercial buildings, through the analysis of a database provided by EDP Distribuição with a sample of 104 offices distributed throughout Continental Portugal and a specific case study with photovoltaic panels. In the general analysis of the sample, an evaluation is made of which buildings have the highest energy consumption at district level and the respective consumption patterns. It can be concluded that the annual average consumption is 94,4 kWh/m2 and 2500 kWh/employee and it is estimated that between November and April the energy consumption index is higher than the sample average. A more detailed analysis was made at one of the offices, where the contribution of the renewable energy source was assessed, as well as how energy consumption evolved over the years, a decrease is observed, accentuated by the containment measures imposed by the appearance of the pandemic in Portugal. Statistical analyses were carried out to understand whether variables such as useful area, number of employees, solar radiation, outside temperature, ... explain the indicators of energy consumption and how strong the correlation is. The daily energy consumption is shown to have the highest correlation. }
{pt=Consumo energético, padrões de consumo, escritórios, necessidades energéticas, en=Energy consumption, consumption patterns, offices, energy needs}

Janeiro 22, 2021, 14:0

Orientação

ORIENTADOR

Vitor Faria e Sousa

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Maria Cristina De Oliveira Matos Silva

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar