Dissertação

{pt_PT=Resistência à penetração de cloretos em diferentes tipos de betões sujeitos a ensaios prolongados de imersão} {} EVALUATED

{pt=O presente estudo tem como principais objetivos a caracterização e avaliação da penetração de cloretos em betões produzidos com diferentes tipos de agregados e tipos de ligantes, bem como aferir a adequabilidade dos coeficientes difusão de cloretos, determinados a partir de ensaios acelerados laboratoriais, na caracterização da durabilidade destes betões quando inseridos em ambiente submerso. Para tal, foi desenvolvida uma vasta campanha experimental que envolveu a produção de diferentes tipos de betões e a sua caracterização em termos de resistência à penetração de cloretos, tendo por base ensaios acelerados de migração e ensaios de imersão em solução salina, de média duração. Na produção dos betões, foram utilizados três tipos de agregados de diferente massa volúmica (brita calcária, Leca e Stalite) e três tipos de adições (sílica fumo, cinzas volante e filler calcário), em variadas percentagens de substituição. De uma forma geral, confirma-se que o fator condicionante na difusão e penetração de cloretos foi a qualidade da matriz cimentícia, (relação água/ligante). A incorporação de agregados leves não influenciou de forma significativa o coeficiente de difusão, mas nos betões com agregados leves mais porosos ocorreu um decréscimo na resistência ao ingresso de cloretos. O ensaio de imersão foi capaz de caracterizar a potencial contribuição das adições pozolânicas na resistência à penetração de cloretos, permitindo uma melhor simulação da realidade. Conclui-se que a utilização do ensaio RCMT, na caracterização da resistência à penetração de cloretos em ambiente submerso, deve ser realizada de forma separada, consoante o tipo de ligante e, eventualmente, de agregado. , en=This paper aims to characterize and evaluate the chloride penetration in concretes produced with different types of aggregates and binders, as well as to analyze the adequacy of using the chloride diffusion coefficient, determined from laboratory accelerated tests, to characterize the durability of these concretes when exposed in a saline submerged environment. To do this, a vast experimental campaign was carried out, involving the production of different types of concrete and their characterization in terms of resistance to chloride penetration, based on accelerated migration tests and semi long-term immersion tests. Three types of aggregate of different density (limestone, Leca and Stalite) and three types of addition (silica fume, fly ash and limestone filler) at varying replacement percentages, were used in the concrete production. In general, it is confirmed that the main factor ruling the diffusion and penetration of chlorides was the quality of the cement paste (water/binder ratio). The incorporation of LWA did not significantly influence the diffusion coefficient, but in the concretes with more porous LWA a decrease in the chloride penetration resistance occurred. The immersion test was able to characterize the potential contribution of the pozzolanic additions in the chloride penetration resistance, being the more appropriate test to simulate reality. It is also possible to conclude that the use of the RCMT test for the characterization of the resistance to chloride penetration into concrete must be done separately, depending on the type of binder and, eventually, the type of aggregate. }
{pt=Durabilidade do betão, resistência à penetração de cloretos, ensaio acelerado de migração de cloretos, ensaio de imersão, en=Concrete durability, Chloride-ion penetration resistance, Rapid chloride migration test, Immersion test}

Novembro 22, 2018, 9:0

Orientação

ORIENTADOR

José Alexandre De Brito Aleixo Bogas

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar