Dissertação

{pt_PT=Reusar - Ribeira de João Gomes, Funchal, Madeira} {} EVALUATED

{pt=A Ribeira de João Gomes é uma das linhas de água que entra na malha urbana do Funchal e desagua no mar, correndo entre muros, em toda a sua extensão, constituindo um limite urbano. Reestabeleceu-se a relação entre as malhas nascente e poente através de dois novos elevadores, que trazem as pessoas ao lugar, fazendo dele um novo centro de partilha para a população. No vale íngreme sobrelotado, surge a necessidade de reusar o que existe, identificando os edifícios com potencial a serem reabilitados aos quais se junta a criação de espaço público que confere momentos de desafogo com novas funções que alimentam o espírito comunitário. O antigo matadouro do Funchal foi identificado como uma oportunidade de reflexão de outras formas de reabilitar, tendo como objetivo revelar a possibilidade de apropriação do edifício para um novo programa. Considerou-se o edifício dos Bombeiros Voluntários Madeirenses, pois, trata-se de um edifício que, no momento das aluviões, fica menos apto a ser utilizado. Foi estabelecido um código de cores que traduz a análise e transformação dos edifícios, manifestando a vontade da criação de um espaço de planta livre, fazendo dos edifícios um palco versátil, adaptável ao tempo e à população. A estratégia de reabilitação dos edifícios começa com a eliminação consciente, passando para a preservação e melhoramento das suas condições, culminando na adição de três novos elementos que configuram o espaço: a cortina, o painel e a caixa. O sistema, que se amplia no território, revitaliza o lugar., en=Ribeira de João Gomes is one of the water lines that enter the urban fabric of Funchal and flow into the sea, running between walls, along its entire length, forming an urban limit. The relationship between the eastern and western fabrics was re-established due to the construction of two new lifts, which bring people to the place, making it a new sharing centre for the population.  In the steep, overcrowded valley, the need has arisen to reuse what exists, identifying the buildings with potential to be rehabilitated, to which is added public space that offers moments of respite with new functions that nourish the community spirit. The old slaughterhouse of Funchal was identified as an opportunity to reflect on other ways of rehabilitating, aiming to reveal the possibility of appropriation of the building for a new programme.  The Bombeiros Voluntários Madeirenses building was considered, as it is a building that, at the time of flooding, becomes less apt to be used. A colour code was established which translates the analysis and transformation of the buildings, manifesting the will to create a free-plan space, turning the buildings into a versatile stage, adaptable to the weather and the population. The strategy of rehabilitation of the buildings begins with a conscious elimination, moving on to the preservation and improvement of their conditions and culminating in the addition of three new elements that shape the space: the curtain, the panel and the box. The system, which expands throughout the territory, revitalises the place.}
{pt=reúso, reabilitação, Funchal, matadouro, centro comunitário, en=reuse, rehabilitation, Funchal, slaughterhouse, community center}

julho 7, 2022, 12:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Paulo David Abreu Andrade

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado Convidado

ORIENTADOR

Daniela Arnaut Godinho Antunes

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar Convidado