Dissertação

{pt_PT=Estudo da influência da exposição a SO2 e altas temperaturas nas propriedades de dois mármores} {} EVALUATED

{pt=Neste estudo foi realizada a comparação dos efeitos das elevadas temperaturas, em duas variedades de mármore português com e sem exposição a uma atmosfera rica em SO2 (25 ppm). As amostras foram aquecidas a 600ºC durante 2h, e submetidas a arrefecimento rápido (imersão em água à temperatura ambiente) e lento (dentro da mufla). Para a caracterização dos mármores foram avaliadas algumas propriedades físicas (brilho, cor, coeficiente de absorção de água por capilaridade, porosidade aberta, densidade aparente, velocidade das ondas elásticas e módulos de elasticidade). A exposição a SO2 induziu alterações nas características superficiais em ambos as variedades de mármore, com redução do brilho e luminosidade. Nas propriedades petrofísicas não foram observadas alterações assinaláveis. O envelhecimento térmico (com os dois tipos de arrefecimento) dos dois grupos de amostras (com e sem exposição a SO2) causou um aumento significativo na porosidade aberta, no coeficiente de absorção de água por capilaridade, e redução das velocidades das ondas e parâmetros elásticos. Estas alterações foram acompanhadas de uma modificação da cor das superfícies (maior luminosidade e aumento das coordenadas cromáticas a* e b*). No brilho foram observados comportamentos distintos entre as amostras de referência e expostas a SO2. O brilho das amostras de referência sofreu uma redução, no entanto nas amostras expostas a SO2 as alterações são negligenciáveis. O tipo de arrefecimento também influenciou as propriedades físicas avaliadas tendo-se registado maiores alterações nas amostras submetidas a arrefecimento rápido. , en=In this study, a comparison of the effects of high temperatures was carried out on two varieties of Portuguese marble with and without exposure to an atmosphere rich in SO2 (25ppm). The samples were heated to 600ºC for 2h, and subjected to rapid cooling (immersion in water at room temperature) and slow cooling (inside the oven). The evaluation of their behavior involved quantification of color, gloss, capillarity water absorption, open porosity, apparent density, velocity of elastic waves and elastic modules. Exposure to SO2 induced changes in the surface characteristics of both marble varieties, with a reduction in gloss and luminosity. In the petrophysical properties, no significant changes were observed. The thermal aging (with the two types of cooling) of the two groups of samples (with and without exposure to SO2) caused a significant increase in open porosity, in capillary water absorption coefficient, accompanied by a reduction in P and S waves velocity and elastic constants. These changes were accompanied by a change in the color of the surfaces (greater luminosity and increased chromatic coordinates a* and b*). In the gloss, different behaviors were observed between the reference samples and the samples exposed to SO2. In the reference samples was observed a reduction of the gloss, however in the samples exposed to SO2 the changes are negligible. The type of cooling also influenced the physical properties evaluated, with greater changes in samples subjected to rapid cooling. }
{pt=Mármores Portugueses, Envelhecimento acelerado, SO2, Temperatura (600ºC), Arrefecimento lento e rápido, Propriedades físicas., en=Portuguese marbles, Accelerated aging test, SO2, Temperature (600ºC), Rapid and slow cooling, Physical properties.}

Outubro 14, 2020, 10:0

Orientação

ORIENTADOR

Edite Maria Gonçalves Martinho

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Maria Amélia Alves Rangel Dionísio

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar