Dissertação

{pt_PT=Caracterização de círculos de pedras ordenados e sua relação com a vegetação na Península de Barton na Antártida através de dados VANT} {} EVALUATED

{pt=O conhecimento subjacente à formação dos círculos de pedras ordenados tem vindo a aumentar de uma forma consistente ao longo dos últimos anos. A caracterização mais detalhada e espacialmente extensa dos círculos permitirá aprofundar o conhecimento geomorfológico e morfodinâmico das regiões livres de gelo da Antártida. Os círculos de pedras ordenados abordados neste trabalho são padrões com forma circular formados em solos de zonas de permafrost, cuja zona interior é essencialmente constituída por solo (s.l) e a periferia por acumulação de fragmentos de rocha (coroa). Neste trabalho foram estudados 2927 círculos através de imagens adquiridas via VANT (veículo aéreo não tripulado) na península de Barton na ilha de King George, Antártida. O elevado número de círculos estudados torna a estatística realizada bastante mais representativa do que nos trabalhos anteriores. Após o delineamento de cada um dos círculos, foram extraídos os parâmetros de tamanho, de forma e o volume da coroa. O volume da coroa foi obtido mediante a aplicação do “método visual” e o “método dos mínimos”, que foi desenvolvido e testado neste trabalho. A classificação das imagens foi realizada com o método Support Vector Machines recorrendo ao índice Green leaf index, que permitiu obter os valores percentuais de cada classe utilizada na zona interior e na coroa do círculo. Através da análise das tendências dos parâmetros de caracterização e da classificação realizada, verificou-se que os círculos das zonas menos elevadas apresentam maiores dimensões, coroas mais espessas, volumosas e com menor percentagem de úsnea do que em altitudes mais elevadas. , en=The knowledge underlying the formation of sorted stone circles has been increasing consistently over the past few years. The more detailed and spatially extensive characterization of the circles will allow to deepen the geomorphological and morphodynamic knowledge of the ice-free regions of Antarctica. The sorted stone circles covered in this work are patterns with a well-defined circular shape formed in soils of permafrost zones, whose interior region is essentially constituted by soil (s.l) and the periphery by the accumulation of rock fragments (crown). In this work 2927 circles were studied through images acquired via UAV (unmanned aerial vehicle) in the Barton Peninsula, on the island of King George, Antarctica. The high number of circles studied makes the statistics performed much more representative than in previous works. After the delimitation of each circle, the parameters of size and shape and volume of the crown were extracted. The crown volume was obtained by applying the “visual method” and the “minimum method”, which was developed and tested in this work. The classification of the images was performed using the Support Vector Machines method, and the Green leaf index, which allowed to obtain the percentage values of each class used in the inner region and in the crown of the circle. Through the analysis of the trends of the characterization parameters and the classification, it was found that the circles of the lower elevated areas present larger dimensions, thicker, voluminous crowns and with a lower percentage of usnea than at higher altitudes. }
{pt=Antarctica, surface patterns, sorted stone circles, usnea, UAV., en=Antártida, padrões superficiais, círculos de pedra ordenados, úsnea, VANT.}

Outubro 6, 2020, 10:0

Orientação

ORIENTADOR

Pedro Miguel Berardo Duarte Pina

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar Convidado

ORIENTADOR

Sandra Isabel das Neves Heleno da Silva

Cerena - centro de Recursos Naturais e Ambiente

Investigador Auxiliar