Dissertação

{pt_PT=Argamassas produzidas através da activação alcalina de cinzas de fundo provenientes da incineração de resíduos sólidos urbanos: Optimização do activador alcalino} {} EVALUATED

{pt=O crescimento da população mundial tem aumentado a produção de resíduos sólidos urbanos (RSU) e, consequentemente, a área de aterro. As cinzas de fundo de resíduos sólidos urbanos (CFRSU) são o principal resíduo resultante da incineração dos RSU e a sua utilização no sector da construção, como ligante, pode ajudar a diminuir as consequências negativas para o meio ambiente. Neste estudo, que teve como objectivo utilizar as CFRSU como ligante, produziu-se argamassas activadas alcalinamente, nas quais a água foi substituída pelo activador alcalino (AA), constituído por água e NaOH ou, por vezes, estes dois com sílica gel (SiO2). Em paralelo, produziu-se argamassas activadas alcalinamente com cinzas volantes (CV) como percursor e uma de cimento convencional como de referência. Os três tipos de argamassas produzidas foram comparados através de ensaios normalizados para compreender, nesta fase inicial da investigação das CFRSU, a diferença do comportamento entre estas, com relação líquido / ligante igual a 0,5. Por fim, foram analisadas, com ensaios mais aprofundados, argamassas de CFRSU com relação AA / CFRSU igual a 0,65, variando os constituintes no AA. Durante a campanha experimental, verificou-se que a produção de gás, resultante das reacções entre o AA e os constituintes da CFRSU, foi prejudicial ao comportamento das argamassas, tornando-as porosas e mais fracas. Esta porosidade permitiu aos provetes carbonatarem rapidamente na câmara de carbonatação e proporcionou-lhes um aumento de resistência. Também foi notória a influência da cura, com humidades elevadas a terem efeitos negativos na durabilidade destas argamassas. , en=The world population growth has increased the production of municipal solid waste (MSW) and, consequently, the landfill area. Municipal incinerator bottom ash (MIBA) is the main product resulting from the incineration of MSW and its use in the construction sector, as a binder, can help to reduce its negative environmental impacts. In this study, the main objective of which was using MIBA as binder, alkali activated mortars were produced, in which the water was replaced by the alkaline activator (AA), consisting of water and NaOH or, sometimes, these two with silica gel (SiO2).In parallel, fly ash (FA) was used as the precursor in the preparation of alkali activated mortars and cement was also used for the production of the conventional control mortars. The three types of mortars were compared through standardized tests, to understand, at this early stage of the MIBA investigation, the difference between them, with liquid / binder ratio equal to 0.5. Finally, with more in-depth tests, MIBA mortars were analysed, with AA / MIBA ratio equal to 0.65, varying the constituents in AA. During the experimental campaign, it was found that the gas production, resulting from the reactions between the AA and the constituents of the MIBA, was harmful to the performance of the mortars, making them porous and weaker. This porosity allowed the specimens to carbonate rapidly, in the carbonation chamber, which led to a strength increase. Also, high relative humidity curing resulted in negative effects on the durability of these mortars. }
{pt=cinzas de fundo, resíduos sólidos urbanos, activação alcalina, NaOH, argamassas, porosidade., en=bottom ashes, municipal solid waste, alkali activation, NaOH, mortars, porosity.}

Junho 24, 2019, 14:0

Orientação

ORIENTADOR

Jorge Manuel Caliço Lopes de Brito

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Catedrático

ORIENTADOR

Rui Vasco Pacheco Santos da Silva

CERIS - Civil Engineering Research and Innovation for Sustainability

Investigador Doutorado