Dissertação

{pt_PT=Reversibilidade, conservação integrada e valorização da paisagem. A reabilitação do Castelo dos Mouros, Sintra} {} EVALUATED

{pt=Edificado num dos cumes da serra de Sintra, o Castelo dos Mouros encontra-se integrado na Paisagem Cultural classificada pela UNESCO, em 1995. A construção da fortificação militar remonta à presença islâmica na região, entre os séculos VIII e X. No entanto, a atual configuração do conjunto resultou, em grande medida, da idealização medievalista que inspirou a ampla obra de restauro empreendida, no século XIX, por D. Fernando II e que acabaria por converter o castelo num símbolo de uma visão romântica do património. Mais recentemente (2009-2013), a Parques de Sintra - Monte da Lua levou a cabo uma intervenção de reabilitação e valorização do conjunto, envolvendo escavações arqueológicas, conservação e restauro do edificado e requalificação paisagística da envolvente. A presente dissertação centra-se na obra realizada segundo projeto do arquiteto Ricardo Miranda e que incluiu a construção de espaços de acolhimento aos visitantes, utilizando maioritariamente madeira de acácia, uma espécie infestante que tem se ser regularmente controlada nas matas circundantes. Através de uma análise crítica desta intervenção pretende-se discutir a importância de conceitos contemporâneos como conservação integrada e reversibilidade, assim como identificar estratégias para a valorização da paisagem cultural que promovam a sua fruição por parte da comunidade, a par da economia de recursos e da sustentabilidade ambiental. , en=Built on one of the summits of the Sintra mountains, the Castelo dos Mouros is part of the Cultural Landscape listed by UNESCO in 1995. The construction of the military fortification dates back to the Islamic presence in the region, between the 8th and 10th centuries. The current configuration of the architectural compound resulted, to a large extent, from the medievalist idealisation that inspired the extensive restoration work undertaken in the 19th century by D. Fernando II and which would eventually convert the castle into a symbol of a romantic vision of heritage. More recently (2009-2013), Parques de Sintra - Monte da Lua carried out an intervention of restoration and enhancement of the compound, involving archaeological excavations, conservation and restoration of the buildings and requalification of the surrounding landscape. The present dissertation focuses on the work carried out according to the project by the Portuguese architect Ricardo Miranda and which included the construction of spaces for visitors using mostly acacia wood, an infesting species that has to be regularly removed from the surrounding forests. Through a critical analysis of this intervention, we intend to discuss the importance of contemporary concepts such as integrated conservation and reversibility, as well as to identify strategies for the enhancement of the cultural landscape which may promote its enjoyment by the community, alongside an economy of resources and environmental sustainability. }
{pt=Património, Paisagem Cultural, Reversibilidade, Castelo dos Mouros, Sintra, en=Heritage, Cultural Landscape, Reversibility, Castelo dos Mouros, Sintra}

novembro 22, 2022, 11:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Helena Silva Barranha Gomes

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar