Dissertação

{pt_PT=Contributos para a definição do conceito de Projeto Urbano Criativo: uma aplicação ao caso de Lisboa} {} EVALUATED

{pt=O modelo de cidade criativa é um conceito relativamente recente, retratado como um ecossitema que que compreende territórios, pessoas e actividades. A criatividade que é aqui analisada associa-se ao urbanismo através da regeneração das cidades e dos seus centros históricos, vítimas da desindustrialização e do declínio demográfico, através de projectos que visam a valorização do património, a regeneração da malha e a criação de novos espaços de vivência urbana. Actualmente, as cidades estabelecem redes de partilha de cultura e inovação, adequando a sua escala no intuito de conseguir competir pela criatividade ao nível mundial. Apesar da existência de projectos criativos desde sempre em Lisboa, o caso de estudo na presente dissertação, factores externos como a crise económica levaram a repensar os modelos de gestão urbana até então utilizados no desenvolvimento económico e social. Desta forma, surgiram novos projectos criativos, fruto de uma resiliência e de uma atitude progressista face ao que era comum. Assim, catalogou-se uma série de projectos urbanos, escolhidos pelas suas contribuições ao nível de espaços criativos, cultura, indústrias criativas e novas experiências sociais. O objectivo é definir o conceito de projecto urbano criativo, adequando o mesmo à escala de Lisboa. Através de entrevistas aos dirigentes de certos projectos foi possível definir que um projecto urbano criativo pode ser um território diverso, baseado numa economia de talento e cultura, um lugar de livre pensamento, cultura urbana e conhecimento, pela reabilitação e regeneração do edificado através de novos usos, ou uma forma de planeamento estratégico., en=The creative city model is a relatively new concept, portrayed as an ecosystem comprising territories, people and activities. The creativity that is analyzed here is associated with urbanism through the regeneration of cities and their historical centres, victims of deindustrialization and demographic decline, with projects that aim the heritage enhancement, network regeneration and creating new spaces of urban experience. Today, cities set up networks for sharing culture and innovation, scaling them in order to compete for creativity in a worldwide scenario. Despite the existence since decades of creative projects in Lisbon, the case study in this dissertation, external factors such as the economic crisis led to rethink the urban management models used in economic and social development. In this way, new creative projects emerged, the result of a resilient and progressive attitude towards what was common. Thus, a series of urban projects has been cataloged, chosen for their contributions to creative spaces, culture, creative industries and new social experiences. The objective is to define the concept of creative urban project, adapting it to the Lisbon scale. Through interviews with the leaders of certain projects it was possible to define that a creative urban project can be a diverse territory, based on an economy of talent and culture, a place of free thought, urban culture and knowledge, for the rehabilitation and regeneration of the building through new uses, or a form of strategic planning.}
{pt=criatividade, projectos urbanos criativos, modelo de gestão, Lisboa, en=creativity, creative urban project, management model, Lisbon}

Dezembro 5, 2019, 11:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Maria Joana Coruche de Castro e Almeida

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Ana dos Santos Morais de Sá

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar