Dissertação

{pt_PT=Musseque 2.0 - abordagens para a reconversão do espaço urbano} {} EVALUATED

{pt=Tendo em vista que em Angola aumentam os desafios para dar resposta aos problemas e às necessidades ligadas ao aumento da população urbana que vive em assentamentos informais – musseques, pesquisa-se sobre como progredir no sentido de uma versão melhorada destes bairros que aqui se designa por “Musseques 2.0”, a fim de propor modelos de intervenção que possam contribuir para resolver os problemas urbanos e dar qualidade de vida a população. Para tanto, é necessário perceber a estrutura de ocupação do território de Luanda, a origem dos musseques e as suas principais caraterísticas, compreender e analisar a política de habitação e de ordenamento do território de Angola, as estratégias e modelos adotados nos processos de urbanização da cidade de Luanda e identificar as principais tentativas de resolução dos problemas urbanos dos musseques. Realiza-se, então, uma pesquisa aplicada sobre o bairro da Madeira do município do Cazenga em Luanda, classificado como musseque não estruturado. Diante disso, verifica-se a existência de uma alta densidade populacional e construtiva, habitações precárias, escassez de infraestruturas básicas (água, esgotos, saneamento básico, eletricidade) e arruamentos; ausência de espaços verdes, arborização pública e poluição ambiental, espaços públicos pouco apelativos a socialização; a degradação dos edifícios de lazer e entretenimento; diversas tipologias construtivas habitacionais e habitações em zonas e estado de risco, o que impôs a constatação de que é necessário construir abordagens que se articulam entre si para criar modelos de intervenção para os musseques adequados ao contexto político, administrativo, econômico, social e natural da cidade., en=Considering that in Angola increase the challenges to tackle the problems and the needs linked to the increase of the urban population living in informal settlements – shanty towns, research on how to progress towards an improved version of the neighborhoods here means by "Musseques 2.0", in order to propose intervention models that can contribute to solve urban problems and give quality of life to people who live in them. To this end, it is necessary to understand the structure of occupation of territory of Luanda, the origin of slums, and their main features, understand and analyses housing policy and land use planning, strategies and models adopted in the process of urbanization of the city of Luanda and identify the main attempts to solve the urban problems of musseques. Is, then, an applied research on the Madeira of the municipality of Cazenga in Luanda, classified as unstructured economy. Given this, there is a high population density and constructive, substandard housing, lack of basic infrastructure (water, sewage, sanitation, electricity) and streets; lack of green areas, afforestation and environmental pollution, public spaces unappealing socialization; the degradation of leisure and entertainment buildings; various types of housing and housing construction and State of risk, which imposed the realization that it is necessary to construct approaches that fit together with each other to create intervention models to the slums, suited to the political context, administrative, economic, social and natural in the city.}
{pt=Musseques, reconversão, habitação, Luanda, modelos urbanos., en=Musseques, reconversion, housing, Luanda, urban models.}

Fevereiro 21, 2019, 15:0

Orientação

ORIENTADOR

Jorge Manuel Lopes Baptista e Silva

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Ana Isabel Loupa Ramos

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar