Dissertação

{pt_PT=Análise de desvios de custos em empreitadas públicas } {} EVALUATED

{pt=A presente dissertação tem como principal objetivo analisar os desvios de custo incorridos em obras públicas em Portugal. Por forma a estudar o panorama nacional, procedeu-se à recolha de dados sobre 2690 empreitadas de obras públicas concluídas, analisadas pelo Tribunal de Contas através da realização de Relatórios de Auditoria. Foi assim possível compilar uma base de dados que, após ser devidamente analisada, permitiu tirar conclusões sobre os desvios de custo médio ao longo do tempo, por região, por dimensão da obra, por setor, por entidade adjudicante e por tipo de obra. Da amostra estudada, 48% das obras públicas apresentam alterações nos trabalhos, que podem ser trabalhos a mais e erros e omissões e/ou trabalhos a menos. O desvio de custo médio global do presente estudo é de 0,12% (caso analisássemos apenas as empreitadas com alterações, o desvio médio global seria de 0,25%), conclui-se assim que no caso nacional o desvio médio é muito inferior ao desvio que resulta da análise dos artigos internacionais. Do trabalho efetuado, pode inferir-se que quanto maior a dimensão do projeto maiores os desvios médios, que as tipologias que apresentam desvios de custo médio mais elevado são, construção e reabilitação de edifícios, obras hidráulicas e em vias de comunicação e que, a ocorrência de alterações nas empreitadas tem vindo a diminuir ao longo do tempo (2007-2016)., en=The main goal of this dissertation is to analyze the cost deviations incurred in public works in Portugal, whether due to the existence of additional works or errors and omissions, and/or due to less works, in order to draw conclusions about possible reasons for its occurrence. In order to study the national panorama, data were collected on 2690 completed public work contracts, analyzed by the Court of Audit through the realization of Audit Reports. It was thus possible to compile a database that, after being properly analyzed, allowed to draw conclusions about the average cost deviations over time, by region, by size of the project, by sector, by contracting authority and by type of work. Of the sample studied, 48% present cost deviation, which may be caused by additional works, errors and omissions and/or because the project cost is less than the initial forecast. The overall average cost deviation of the present study is 0,12% (if we only analyze the contracts with changes, the average global deviation would be 0,25%), so it’s possible to conclude that in the national case the average deviation is much lower than the deviation resulting from the analysis of international articles. From the work carried out, it can be concluded that the larger the project size, the greater the average deviations, that changes in the contracts have been decreasing over time (2007-2016) and also that the typologies with the highest average cost deviations are construction and rehabilitation of buildings, hydraulic projects and transport projects.}
{pt=Obras Públicas, Desvios de Custo, Tribunal de Contas, Relatório de Auditoria, en=Public Works, Cost Deviation, Cost Overrun, Court of Audit, Audit Report}

Novembro 15, 2018, 9:0

Orientação

ORIENTADOR

Carlos Paulo Novais Oliveira da Silva Cruz

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar