Dissertação

{pt_PT=Avaliação da predisposição para pagar por coberturas e fachadas verdes em imóveis habitacionais} {} EVALUATED

{pt=As coberturas e fachadas verdes têm surgido como uma alternativa sustentável a diversos problemas existentes nos meios urbanos, devido à sua crescente densificação, como a falta de espaços verdes, o efeito de ilha de calor, ou fenómenos de cheias. Alguns estudos têm-se dedicado à quantificação de custos e benefícios específicos associados a coberturas e fachadas verdes. No entanto, alguns fatores mais subjetivos tais como benefícios estéticos, visuais e de bem-estar foram apenas estimados. Nesta dissertação foi elaborada uma metodologia como forma de avaliar a willingness to pay (WTP) por coberturas e fachadas verdes, para imóveis habitacionais em Portugal. Esta proposta foi baseada em métodos de preferência declarada, nomeadamente através de inquéritos a consumidores e posteriormente através de uma consulta a especialistas, de forma a validar os resultados obtidos no primeiro método. Para além de avaliar a WTP, pretendeu-se analisar a influência de alguns fatores como a satisfação dos consumidores, a familiaridade com estes sistemas construtivos e características sociodemográficas. Os valores de willingness to pay foram analisados em percentagem face a um valor de despesa mensal (renda/prestações bancárias). No inquérito aos consumidores foi obtido um valor de WTP de 4% para coberturas verdes acessíveis, 1,98% para coberturas verdes inacessíveis, 2,18% para fachadas exteriores e 2,08% para fachadas interiores. No inquérito aos especialistas os valores obtidos foram entre duas a três vezes superiores, embora a relação entre os diversos sistemas tenha sido idêntica. A familiaridade e a acessibilidade referente a coberturas foram os parâmetros que demonstraram ter maior influência na WTP., en=Green roofs and green walls have emerged as a sustainable alternative to various problems in urban environments due to their increasing densification, such as lack of green spaces, heat island effect, or flood phenomena. Some studies have focused on quantifying the costs and benefits associated with green roofs and facades. However, more subjective factors such as aesthetic, visual and welfare benefits have only been estimated. In this dissertation a methodology was elaborated to evaluate the willingness to pay (WTP) for green roofs and facades for residential buildings in Portugal. This proposal was based on stated preference methods, namely consumer surveys and later expert consultations, to validate the results obtained in the first method. In addition to evaluating the WTP, another goal was to analyse the influence of factors such as consumer satisfaction, familiarity with these constructive systems and sociodemographic characteristics. The willingness to pay values were analysed as a percentage of a monthly expense (rent/banking services). In the consumer survey a WTP value of 4% was obtained for accessible green roofs, 1.98% for inaccessible green roofs, 2.18% for exterior facades and 2.08% for interior facades. In the expert survey the values obtained were two to three times higher, however the relationship between the different systems was identical. Familiarity and accessibility proved to be the parameters with greater influence on the WTP values.}
{pt=Coberturas/fachadas verdes, WTP, Preferência declarada, Imóveis habitacionais, en=Green roofs/walls, WTP, Stated preference, Residential buildings}

Junho 7, 2018, 11:0

Orientação

ORIENTADOR

Maria Cristina De Oliveira Matos Silva

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Carlos Paulo Novais Oliveira da Silva Cruz

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar