Dissertação

{pt_PT=Argamassas com agregados reciclados produzidas com diferentes tipos de óxido de magnésio como substituto parcial de cimento } {} EVALUATED

{pt=Considerando importante a redução do papel negativo que o sector da Construção tem tido no ambiente mundial e a determinação de alternativas mais sustentáveis às existentes, esta dissertação estuda o desempenho de argamassas que incorporam agregados reciclados finos como substituição de agregados naturais finos e óxidos de magnésio como substituição parcial de cimento. A substituição de agregados naturais finos por agregados reciclados finos é feita a 0, 50 e 100%. A substituição parcial de cimento por MgO permite analisar a influência da incorporação deste óxido como ligante em argamassas e betões. Este óxido, devido à sua capacidade expansiva quando hidratado, permite reduzir a retracção da matriz cimentícia. Os seus produtos de hidratação têm algumas características semelhantes às do cimento, nomeadamente a formação de silicatos de magnésio hidratados e hidróxido de magnésio. Também é estudada a influência dos dois materiais nas argamassas quando incorporados em simultâneo, sempre comparando com a argamassa de referência. Ao longo da campanha experimental realizada, verificou-se que as argamassas que tiveram os resultados mais satisfatórios são as que incorporam apenas 10 e 15% de óxido de magnésio, nomeadamente devido à sua retracção. No entanto, todas as argamassas apresentaram reduções ao nível da sua resistência mecânica e aumentos na profundidade de carbonatação e absorção capilar. A incorporação, em simultâneo, de agregados reciclados finos e óxidos de magnésio na composição das argamassas não produziu qualquer efeito positivo, uma vez que, em todos os parâmetros analisados, as mesmas apresentaram resultados pouco satisfatórios, comparativamente com a argamassa de referência., en=Considering important the reduction of the negative role that Construction sector has had on the environment and the definition of more sustainable alternatives than the present ones, this dissertation analyses the performance of mortars that incorporate fine recycled aggregates as a fine natural aggregates substitute and magnesium oxide as partial cement replacement. The fine recycled aggregates’ substitution is done in 0, 50 and 100%. The partial cement replacement with magnesium oxide allows to analyse the influence of this oxide incorporation as mortars’ and concrete’s binder. This oxide, because of its tendency to expand when in contact with water, allows the reduction of the cement’s shrinkage. Its products of hydration have similar characteristics to cement’s, namely the formation of magnesium silicates hydrated and magnesium hydroxide. It is also analysed the influence of the two materials simultaneous incorporation in mortars, having always in mind the comparison with the reference mortar. During the experimental campaign, it was found that the mortars that had the most satisfying results were the ones with only 10 or 15% of magnesium oxide, especially because of their shrinkage results. However, all mortars showed reductions in their mechanical strength and increases in the depth of carbonation and capillary absorption. The simultaneous incorporation of fine recycled aggregates and magnesium oxide in mortars’ composition did not produce any positive effect, since, in all studied parameters, they showed unsatisfying results, compared to the reference mortar. }
{pt=argamassas, RCD, agregados reciclados, MgO, retracção, Mg(OH)2., en=mortar, CDW, recycled aggregates, MgO, shrinkage, Mg(OH)2.}

Junho 26, 2017, 9:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Jorge Manuel Caliço Lopes de Brito

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Catedrático

ORIENTADOR

Rui Vasco Pacheco Santos da Silva

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Prof Auxiliar Convidado