Dissertação

{pt_PT=Estudo experimental do comportamento térmico de coberturas verdes semi-intensivas} {} EVALUATED

{pt=A utilização de coberturas verdes como solução construtiva em novos edifícios tem-se tornado cada vez mais apelativa. São reconhecidos vários benefícios ambientais em zonas urbanas, onde as áreas permeáveis e com vegetação são tendencialmente mais reduzidas, no entanto, o seu desempenho térmico não ainda bem conhecido. É importante estudar este desempenho para que a construção seja sustentável em termos energéticos. Os substratos e vegetação são componentes essenciais para o desempenho destas soluções pelo que devem ser estudados com vista à otimização destas soluções. Com o intuito de estudar o impacto do tipo de substrato e vegetação no comportamento térmico de coberturas verdes, foram montados, no Instituto Superior de Agronomia, modelos reduzidos de coberturas verdes, com vegetações e substratos diferentes, utilizando tabuleiros originalmente do projeto NativeScapeGR. Foram monitorizadas temperaturas ambiente e superficiais, quer interiores quer exteriores, e do solo a diferentes cotas, radiação solar, fluxos de calor e humidade relativa para duas campanhas experimentais, inverno e verão. Verificou-se que, no inverno, a vegetação densa dificultou as perdas de calor e diminuiu os ganhos solares, sendo mais benéfica do que vegetação menos densa. No verão, a vegetação mais densa também é mais benéfica, embora que neste caso seja por permitir um maior efeito de sombreamento, que diminuiu os ganhos solares com consequência na temperatura ambiente interior. As coberturas demonstraram ser mais eficientes no verão se forem mantidas boas condições da sua utilização., en=The use of green roofs in new buildings has been getting more attention. There are many known environmental benefits to its use in urban zones, where permeable areas with vegetation are usually almost inexistent, however its thermal performance is not yet that well known. It’s important to understand how green roofs behave in order to design more environmental and energy sustainable buildings. Vegetation and substrate are important distinguishing elements that influence the behavior of green roofs. In order to study and optimize green roofs, there were assembled, in Instituto Superior de Agronomia, models of semi-intensive green roofs, with different vegetation and substrate types, originally built for the project NativeScapeGR. The variables that were monitored in the experimental campaign are: indoor, outdoor, surface temperatures, and along the growth medium, solar radiation, heat flux and relative humidity for two seasons, winter and summer. In the winter, denser vegetation reduced the heat loss but it also reduced solar gains, however they weren’t very significant. In the summer, denser vegetation yielded more benefits by reducing the amount of solar radiation that was absorbed by the substrate, from shading effects, and by evapotranspiration, preventing the indoor from overheating. }
{pt=coberturas verdes semi-intensivas, desempenho térmico, transmissão de calor, comportamento térmico, clima mediterrâneo, en=semi-intensive green roofs, thermal performance, heat transmission, thermal behavior, Mediterranean climate}

Junho 26, 2017, 10:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Maria da Glória De Almeida Gomes

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Maria Cristina De Oliveira Matos Silva

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar