Dissertação

{pt_PT=Qualidade do ar interior no Campus da Alameda do IST: Níveis de poluentes, fontes emissoras e medidas de melhoria} {} EVALUATED

{pt=Dada a considerável quantidade de tempo que os estudantes despendem na universidade, a qualidade do ar interior (QAI) torna-se uma questão de extrema relevância devido aos seus efeitos na saúde, conforto e desempenho acadêmico. Este estudo tem como objetivo avaliar a QAI no ensino superior, utilizando o Pavilhão de Engenharia Civil do Instituto Superior Técnico (IST) como caso de estudo. Foram analisados dois sistemas de aquecimento, ventilação e ar-condicionado (AVAC) que servem uma parte delimitada do edifício, e foi realizada uma auditoria à QAI em 5 espaços, de forma a avaliar-se a variação temporal de parâmetros de QAI, a sua conformidade legal e possíveis fontes de poluentes atmosféricos. Os resultados mostraram que os caudais de ar novo insuflados cumprem os requisitos regulamentares em 67% dos espaços da zona requalificada, mas são insuficientes em, pelo menos, 62% dos espaços do piso 0 e em 84% do piso 1, da zona não-requalificada. Ambas as zonas enfrentam problemas relacionados às admissões de ar novo, devido à proximidade a fontes de poluição (zona requalificada) e áreas técnicas sujas (zona não-requalificada). Nos 5 espaços auditados, as concentrações médias de poluentes físico-químicos estiveram conforme a lei, os parâmetros de conforto encontraram-se, consistentemente, dentro de um nível aceitável e moderado de expectativa, no entanto, foram detetadas situações de não-conformidade relativamente às condições de referência para as bactérias e para os fungos. Concluiu-se que as bactérias pertencentes ao género Staphylococcus foram as predominantes e a ocupação humana foi identificada como a principal fonte de poluição no edifício., en=Given the significant amount of time students spend at the university, indoor air quality (IAQ) becomes a matter of extreme relevance due to its effects not only on their health and comfort, but also on their academic performance. This work aims to assess IAQ in the higher education sector, focusing on Instituto Superior Técnico's (IST) Civil Engineering Pavilion as a case study. Two existing heating, ventilation and air conditioning (HVAC) systems serving a bounded area of the building were examined and an IAQ audit in 5 rooms were performed to evaluate IAQ parameters’ variation over time, their legal compliance and possible sources of atmospheric pollutants. The results showed that the applied fresh airflows meet regulatory requirements in 67% of spaces inside the overhauled area. Regarding the non-overhauled area, the planned effective rates of air renovation are insufficient in, at least, 62% of spaces on the ground floor. This number rises to 84% for the first floor. Both areas encounter issues related to air intakes, particularly due to proximity to pollution sources (overhauled area) and dirty technical areas (non-overhauled area). In the 5 audited rooms the average concentrations of physicochemical pollutants were within legal limits, comfort parameters consistently met acceptable and moderate levels of expectation but there were situations of non-compliance regarding the reference conditions of bacteria (Aquarium and V1.07) and of fungi (V1.23). Staphylococcus was the predominant genus of bacteria detected. Human occupation was determined to be the primary source of pollution in the studied building.}
{pt=Universidades, Estudantes, Qualidade do Ar Interior (QAI), Sistemas de AVAC, Conformidade legal, Fontes de poluição, en=Universities, Students, Indoor Air Quality (IAQ), HVAC systems, Compliance, Pollution sources}

julho 28, 2023, 8:30

Orientação

ORIENTADOR

Sandra Isabel Silva Damas Cabo Verde

IST

Investigador Auxiliar

ORIENTADOR

Susana Marta Lopes Almeida

IST

Investigador Principal