Dissertação

{pt_PT=Selecção e avaliação de modelos de campos de tensões – Modelos de vigas parede contínuas} {} EVALUATED

{pt=Os métodos de escoras e tirantes (MET) ou métodos de campos de tensões (MCT) são os métodos usualmente utilizados para o dimensionamento de zonas de descontinuidade, zonas D, de estruturas de betão armado ou pré esforçado. Estes métodos são baseados em caminhos de carga das trajetórias dos campos de tensões e a segurança da estrutura é garantida através do equilíbrio, resistência e ductilidade das estruturas. Assim sendo, existem vários modelos em equilíbrio para a mesma estrutura que podem ser utilizados. Visto que na conceção destes modelos questões relacionadas com a compatibilidade não são levantadas, nem todos proporcionam uma resposta adequada da estrutura em serviço, principalmente no que diz respeito à fendilhação. Baseado no método dos elementos finitos, Ruiz e Muttoni (2007) apresentam uma nova abordagem que considera a compatibilidade na análise de modelos de campos de tensões, permitindo avaliar e selecionar o melhor modelo. Desta forma, é possível analisar a resposta da estrutura a cada incremento de carga ajudando a perceber se o comportamento em serviço é adequado. Através de análises não lineares de elementos finitos, nesta dissertação são avaliados diversos modelos de escoras e tirantes de uma viga contínua uniformemente carregada no topo ajudando a perceber a liberdade do projetista no dimensionamento de vigas parede contínuas. São variados alguns parâmetros de modelo para modelo e documentada a resposta do modelo a essa variação. , en=Strut-and-tie models or stress field models are commonly used methods for the dimensioning and design of discontinuity zones of reinforced and prestressed concrete structures. These methods are based on the load path of the stress trajectories, and the safety of the region is secured by establishing the equilibrium, resistance and ductility of the entire model. So, a few equilibrated models can be proposed for a structural member subjected to a load combination but, since no compatibility questions are yet considered, not all provide a good service behaviour. Based on the finite element method, Ruiz and Muttoni (2007) presented a new approach that covers that question, helping to evaluate and select stress field models for discontinuity concrete regions. Therefore, it is possible to analyse the response of the structural member at each load increment, helping to establish if the service behaviour of the structure is adequate or not. Applying non-linear finite element method analysis, this paper intends to evaluate a few continuous deep beams models subjected to a uniform load helping to realize how far from the elastic trajectories stress field models the designers can go when dimensioning deep beams. Some parameters variations are made and the response of the structure, duo to that variation, is documented. }
{pt=Modelo de escoras e tirantes, modelo de campos de tensões, viga parede contínua, comportamento em serviço, método dos elementos finitos, en=Strut-and-tie models, Stress Field models, continuous deep beam, service behaviour, finite element method}

Janeiro 22, 2021, 11:0

Orientação

ORIENTADOR

João Carlos De Oliveira Fernandes de Almeida

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado

ORIENTADOR

Miguel Filipe Passos Sério Lourenço

JSJ - Consultoria e Projectos de Engenharia, Lda.

Especialista