Dissertação

{pt_PT=Selecção e avaliação de modelos de campos de tensões – Modelos de cantos re-entrantes ou vigas com degraus} {} EVALUATED

{pt=Ao longo dos anos, devido às diversas necessidades e desafios estruturais, cada vez mais se realizam estudos para melhor compreensão do comportamento das estruturas. Numa estrutura podem existir regiões denominadas zonas D, zonas de descontinuidade estática ou geométrica, em que a hipótese de Bernoulli não é aplicável. Devido à sua particularidade, têm sido desenvolvidos diversos métodos, modelos, formas de cálculo e simplificações, que permitem assim, não só um melhor dimensionamento destas zonas, como também uma melhor simulação do seu desempenho. Os modelos de escoras e tirantes e os modelos de campos de tensão, têm sido das principais ferramentas utilizadas nestas situações. No entanto, possuem limitações relativamente à ductilidade e ao desempenho da estrutura em condições de serviço. Assim, deixam em aberto várias questões, relativamente à escolha dos modelos mais adequados a serem usados. Deste modo, neste trabalho são estudadas as zonas de descontinuidade de uma viga com degrau, simplesmente apoiada e submetida a uma carga concentrada à meio vão. Tendo em conta o encaminhamento da carga no interior da estrutura, consideraram - se diferentes níveis de redistribuição das forças, a partir dos quais desenvolveram -se diversos modelos de escoras e tirantes e respetivas pormenorizações de armaduras. O comportamento em serviço dos diferentes modelos foi avaliado e estudado através de uma análise não – linear de elementos finitos. Por fim, através desta dissertação, é possível tecer conclusões relativamente ao comportamento destas zonas e obter também informações, parâmetros e referências, que podem ser de grande auxílio no dimensionamento deste tipo de estrutura. , en=Over the years, due to the diverse needs and structural challenges, more and more studies are being carried out to better understand the behavior of structures. In a structure, there may be regions called D – regions, zones of static or geometric discontinuity, in which Bernoulli's hypothesis is not applicable. Due to its particularity, several methods, models, calculation forms and simplifications have been developed that allow a better design of these regions, as well as a better simulation of their performance. The strut and tie models and the stress field models have been one of the main tools used in these situations. However, they have limitations regarding the ductility and the performance of the structure under service conditions. Thus, they leave several questions open regarding the choice of the most suitable models to be used. Thus, in this work, the D regions of a dapped end beam, simply supported and subjected to a concentrated load in the middle span, are studied. Taking into account the path of the load inside the structure, different levels of force redistribution were considered, from which different strut and tie models and the respective reinforcement were developed. The service behavior of the different models was evaluated and studied through a non-linear analysis of finite elements. Finally, through this dissertation, it is possible to draw conclusions regarding the behavior of these regions and also obtain information, parameters and references, which can be of great use for the design of this type of structure. }
{pt=zonas de descontinuidade, modelos de escoras e tirantes, modelos de campos de tensão, método de elementos finitos, vigas com degrau, análise não – linear, en=discontinuity regions, strut-and-tie models, stress field models, finite element method, dapped end beam, non-linear analysis}

Janeiro 26, 2021, 11:0

Orientação

ORIENTADOR

João Carlos De Oliveira Fernandes de Almeida

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado

ORIENTADOR

Miguel Filipe Passos Sério Lourenço

JSJ - Consultoria e Projectos de Engenharia, Lda.

Especialista