Dissertação

{pt_PT=Habitação evolutiva na construção pós-catástrofe: um estudo bioclimático} {} EVALUATED

{pt=No âmbito do Projeto Final de Mestrado em arquitetura, aborda-se a temática da arquitetura de emergência, que surge da necessidade de responder de uma forma rápida e eficiente à destruição causada pelo Homem ou pela natureza. Dentro deste tema, foquei-me essencialmente na habitação, no realojamento das pessoas afetadas, nas suas condicionantes e necessidades que devem ser satisfeitas em cada situação. O arquiteto tem um papel fundamental na reconstrução e no planeamento urbano que faça a transição de um abrigo temporário para uma habitação permanente, evitando a exclusão social, criando uma comunidade. Como tal, para além da habitação, a envolvente tem também um papel importante num plano de realojamento que deve ser alcançado com a maior rapidez e pragmatismo possível, com o mínimo de custos e utilizando materiais e técnicas construtivas locais. Outros fatores importantes a considerar são, por exemplo, a mobilidade (da habitação em si e da população), a sustentabilidade e os aspetos culturais. Por fim, realizei uma investigação que propõe a criação de um módulo habitacional evolutivo caracterizado pela flexibilidade na sua organização espacial e pela capacidade de se adaptar a vários cenários e a vários tipos de clima. Tentei perceber quais as dimensões mínimas de uma habitação para uma família poder viver confortavelmente, de maneira que essas dimensões pudessem variar de acordo com as condições económicas e o número de pessoas de cada família., en=For my architecture’s master’s thesis, I’m writing about the theme: emergency architecture, that arises from the necessity to answer, in a quick and efficient way to the destruction caused by man-made or natural catastrophes. I chose to focus specially on the housing and rehousing of the affected people, and the necessities that should be satisfied in each situation. The architect has a fundamental role in the reconstruction of the housing and also in the urban planning, in order to make the transition from a temporary shelter to a permanent housing, preventing social exclusion and creating a sense of community. So, besides the house itself, the surrounding has an important role in the rehousing plan that should be achieved as fast, practical and inexpensive as possible, using local materials and techniques. Other important factors to consider are, for example, mobility (not only the construction but also the population), sustainability and cultural aspects. Finally, I conducted an investigation that propose the creation of an increasing habitational module, characterized by its adaptability, flexibility in its spatial organization and the capacity to adapt to different types of climate. I tried to understand the necessary housing dimensions for a family to live comfortably, in a way that this dimensions could adapt to the number of family members and their economic conditions.}
{pt=Arquitectura pós-catástrofe, Habitação evolutiva, Sustentabilidade, Adaptabilidade, en=Post-disaster architecture, Incremental housing, Sustainability, Adaptability}

Julho 22, 2020, 10:0

Orientação

ORIENTADOR

Manuel de Arriaga Brito Correia Guedes

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado