Dissertação

{pt_PT=LANDSCAPE, how does it matter? Exploratory approach to landscape identity in Palmela municipality} {} EVALUATED

{pt=A percepção das pessoas é enfatizada na Convenção Europeia da Paisagem pela sua valiosa contribuição para compreender como diferentes elementos e características na mesma paisagem são experimentados ou mesmo avaliados e apreciados de diferentes maneiras. Portanto, a paisagem pode ser considerada um reflexo de acções naturais e não naturais ao longo do tempo, que partilha relações e experiências activas, promovendo e fortalecendo a identidade colectiva de pessoas e sociedades. Uma maior compreensão sobre como identidade das pessoas é construída com base nas qualidades da paisagem, espera-se que sensibilize os técnicos de planeamento e decisores sobre o impacto da mudança da paisagem na qualidade de vida e bem-estar das pessoas e criar políticas de planeamento sustentável que protejam e preservem o passado, paisagens actuais e futuras estabelecendo uma forma de implementar ELC. Dado que a paisagem e o sentido de identidade vêm ganhando força nos documentos políticos, acredita-se que uma melhor compreensão de como identificar e avaliar a identidade da paisagem, com base em pesquisas aprimoradas em nível local, pode ser uma contribuição essencial para uma maior informação e processo de elaboração de planos inclusivos. Como a literatura é pobre, esta investigação visa progressos em abordagens metodológicas capazes de captar informações que permitam identificar qualidades que contribuem para a construção da identidade da paisagem e explorar como integrá-las no mapeamento de Avaliação de Caráter Paisagísticos em escala local utilizando métodos participativos, em oposição ao mapeamento de caráter de paisagem baseado em especialistas e não colaborativo e estudos de identidade não espacial., en=People’s perception is emphasized in the European Landscape Convention for is valuable contribution to understand how different elements and characteristics in the same landscape are experienced or even assess and appreciate in different ways. Therefore, landscape can be considered a reflection of natural and non-natural actions throughout time that shares relationships and active experiences, promoting and strengthening collective identity of people and societies. A deeper understanding on how people’s identity is constructed based on landscape qualities is expected help to raise awareness amongst planners and policymakers on the impact of landscape change on people quality of life and well-being and to create sustainable planning policies that protect and preserve past, present and future landscapes and thereby establish a way of implementing ELC. Given that landscape and the sense of identity has been gaining momentum in policy documents it is believed that a better understanding of how identify and the assessment of landscape identity, based on improved research at local level, can be a pivotal contribution to a more informed and inclusive plan-making process. As the literature is pauper, this research aims progress notably on methodological approaches capable to capture information that allows identifying qualities that contribute to the construction of landscape identity and to explore how to integrate those in Landscape Character Assessment mapping at the local scale by using participatory methods, as opposed to expert-based and non-collaborative landscape character mapping and non-spatial identity studies.}
{pt=Convenção Europeia da Paisagem, Avaliação do Carácter da Paisagem, Conteúdos de Identidade da Paisagem, Participação Pública, Palmela, Ordenamento Espacial da Paisagem, en=European Landscape Convention, Landscape character assessment, Contents of Landscape Identity, Public Participation, Palmela, Landscape spatial planning}

Novembro 30, 2018, 9:0

Orientação

ORIENTADOR

Ana Isabel Loupa Ramos

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Maria de Fátima Campos Bernardo

Universidade de Évora

Professor Auxiliar