Dissertação

{pt_PT=Assessing Walkability Conditions: Contributions of the Space Syntax methodology} {} EVALUATED

{pt=O modo pedestre é a forma de transporte mais justa e acessível, uma vez que engloba todas as pessoas e pode ser realizado sem custos. No entanto, ao longo do século passado, os pedestres foram deixados de lado, em função da ascensão do transporte motorizado. Essa escolha, feita pela sociedade, ocasionou grandes transformações nas cidades e acarretou um ambiente menos caminhável. Atualmente, diversos desafios urbanos têm levado ao surgimento de uma linha de pensamento, alinhada ao planejamento sustentável, onde os modos ativos (ciclistas e pedestres) voltam a ter importância, visto estarem associados a inúmeros benefícios. Este trabalho tem por objetivo compreender o ambiente caminhável, bem como a percepção do pedestre, e desenvolver uma ferramenta para analisar esse contexto, assim, contribuindo para o planejamento de uma cidade mais inclusiva e amiga do pedestre. Para tanto, foi realizada uma extensa pesquisa sobre o modo pedestre e a caminhabilidade. Com base nisso, dois métodos foram empregados para construir uma ferramenta de análise, o índice de caminhabilidade IAAPE e a sintaxe espacial (SE). O primeiro avalia o ambiente caminhável e foi formulado tendo em conta a percepção de diferentes tipos de pedestres. O segundo corresponde a um método reconhecido de análise da configuração e fluxos urbanos. Um modelo e indicadores sintáticos foram adaptados para posteriormente serem incorporados ao IAAPE, resultando em um índice de caminhabilidade aperfeiçoado, mais fácil de operar e mais eficiente. A ferramenta é flexível, podendo ser usada para outros propósitos, servindo de auxílio para as áreas do planejamento e desenho urbanos. , en=Pedestrians are the fairest mode of transportation, as it is inherent to every person and there is no cost associated. Nevertheless, during the last century, pedestrians were left aside, due to the ascension of the motor vehicle. That choice, made by society, has caused great transformations in the city, particularly, in less walkable environment. Nowadays, the many challenges that cities are facing are leading to an emerging mindset, aligned with the sustainable planning, where active modes (pedestrians and cyclists) are regaining importance, due to the numerous benefits it encompasses. This work aimed to understand the walking environment and pedestrian behavior, and to develop a tool to assess this context, therefore, supporting the urban planning toward a more inclusive and walkable city. That was accomplished through an extensive research about the pedestrian mode and the state of art regarding walkability. Based on that, two methods were employed to build up the assessing tool, “IAAPE walkability score” (IAAPE) and “Space Syntax” (SS). The first is a walkability index, that deals with the walking environment and was built upon the perception of different types of pedestrians. The second refers to a well-known method to analyze the urban configuration and flows. A syntactical model (sidewalk-centerline network) and measures were adapted to be incorporated within IAAPE, resulting in an improved walkability index, easier to handle and more efficient. The tool is flexible and can be used for other purposes, helpful to the urban planning and design fields. }
{pt=Caminhabilidade, índice de caminhabilidade, sintaxe espacial, IAAPE, Lisboa, en=Walkability, walkability index, pedestrians, space syntax, IAAPE, Lisbon}

Dezembro 3, 2018, 11:30

Orientação

ORIENTADOR

Filipe Manuel Mercier Vilaça e Moura

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado

ORIENTADOR

Teresa Frederica Tojal de Valsassina Heitor

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Catedrático