Dissertação

{pt_PT=Modelling the impact of the signalling system on the reliability of a metropolitan railway. Case study of the blue line of the Lisbon Metro network} {} EVALUATED

{pt=Este trabalho avalia o impacto do sistema de sinalização na fiabilidade de uma linha metropolitana, modelando uma linha com dois diferentes sistemas de sinalização e simulando a sua operação sob perturbações, com diferentes estratégias de mitigação de atrasos, para o caso de estudo da Linha Azul da Rede de Metro de Lisboa. A ferramenta de micro simulação utilizada para a simulação da linha em estudo foi o software OpenTrack, que permite uma modelação detalhada do traçado da via, do seu sistema de sinalização, do material circulante e do horário. A comparação foi feita entre um sistema de sinalização com cantão fixo e outro com um cantão móvel e um maior limite de velocidade. Os dados obtidos pelo modelo foram então tratados recorrendo a ferramentas como o Excel e o SPSS, e foram usados indicadores de fiabilidade do sistema para analisar o benefício inerente a um sistema de sinalização mais moderno. Estes indicadores dizem respeito à regularidade de serviço e aos tempos de espera em estações experienciados pelos passageiros. Os resultados mostram que um sistema de cantão móvel com maior limite de velocidade aumenta principalmente a eficácia das estratégias de mitigação de atrasos que transmitem ordens para os comboios acelerarem quando sofrem atrasos, e tem um impacto positivo na redução dos tempos de espera máximos nas estações. Foi também observado que, para a linha em estudo, o aumento das frequências leva a maiores diferenças nos níveis de regularidade resultantes de cada um dos sistemas de sinalização., en=This work assesses the impact of the signalling system on the reliability a metropolitan railway line, by modelling a line with two different signalling systems and simulating their operation when under disturbances, with different delay mitigation strategies, for the case study of the Blue Line of the Lisbon Metro Network. The micro simulation tool used for the simulation of the line in study was the OpenTrack software, which allows for a detailed modelling of the track layout, its signalling system, the rolling stock and the timetable. The comparison was made between a signalling system with fixed block sections and one with moving block sections and a higher maximum speed limit. The data obtained from the simulation software was then treated, resorting to tools such as Excel and SPSS, and indicators of the reliability of the system were used to assess the improvement that comes with a more modern signalling system. These indicators were mainly related to the regularity of service and to the waiting time experienced by the passenger at stations. The results show that a moving block system with increased maximum speed limits mostly increases the effectiveness of delay mitigation strategies that issue orders for speeding up trains after they fall behind schedule and has a positive impact in reducing the maximum waiting times at stations. It was also seen that, for the line in study, the increase of frequencies leads to bigger differences in the regularity levels of the two signalling systems.}
{pt=operação ferroviária, simulação, fiabilidade, sistema de sinalização, en=railway operation, simulation, reliability, signalling system}

Dezembro 4, 2018, 9:0

Orientação

ORIENTADOR

Paulo Manuel da Fonseca Teixeira

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar