Dissertação

{pt_PT=Metodologia de avaliação do potencial de ecotoxicidade de matérias-primas e materiais de construção de base cimenticia. Aplicação a betões com agregados reciclados e cinzas volantes} {} EVALUATED

{pt=Esta dissertação de mestrado propõe e valida uma metodologia de avaliação do potencial de ecotoxicidade de matérias-primas e materiais de construção de base cimentícia. Pretende-se assim estimar o risco ambiental decorrente da incorporação de matérias-primas não tradicionais no fabrico de materiais de construção, com vista a alcançar a sustentabilidade deste setor. Pretendeu-se aplicar a metodologia proposta para estudar o risco ambiental decorrente da incorporação de matérias-primas “não tradicionais” em betão, nomeadamente agregados reciclados de betão, fabricados em laboratório, e de cinzas volantes, provenientes da queima do carvão, em diferentes percentagens de substituição de agregados naturais e cimento Portland, respetivamente. Realizou-se uma extensa campanha de ensaios laboratoriais que permitiu avaliar as propriedades químicas e ecotoxicológicas dos eluatos das matérias-primas e dos materiais de construção referidos, a qual possibilitou também a validação da metodologia proposta. Os resultados mostram que não existem evidências para classificar as matérias-primas incorporadas no betão (agregados naturais, agregados reciclados, cimento Portland e cinzas volantes) como ecotóxicas. Porém, os betões produzidos com uma percentagem de substituição de cimento Portland por 60% de cinzas volantes e 100% de agregados naturais, e os produzidos com uma percentagem de 60% de cinzas volantes e 100% de agregados reciclados, foram classificados como ecotóxicos. Por outras palavras, matérias-primas sem evidências de ecotoxicidade podem originar materiais de construção potencialmente ecotóxicos. Constatou-se ainda que quando matérias-primas com um elevado nível de perigosidade potencial são incorporadas em materiais de construção, os níveis de perigosidade potencial desses materiais diminuem., en=This master thesis proposes and validates a methodology to evaluate the ecotoxicological potential of raw materials and cement-based construction materials. The aim is to reach construction sustainability, predicting the environmental risk due to the incorporation of non-traditional raw materials in the production of construction materials. The proposed methodology is based on codes, such as (CE) n.º 1907/2006 and (CE) n.º 1272/2008 codes. This methodology was applied to study, particularly, the environmental risk due to the incorporation of non-traditional raw materials in concrete, namely recycled concrete aggregates produced in laboratory, and fly ashes from coal burning, in different percentages of replacement of natural aggregates and Portland cement, respectively. The experimental program allowed assessing chemical properties and ecotoxicity of raw materials and of the construction materials leachates. The results showed that there are no evidences to classify raw materials incorporated in concrete (natural aggregates, recycled aggregates, Portland cement and fly ash) as ecotoxic. However, concrete produced with a replacement ratio of Portland cement with 60% of fly ash and 100% of natural aggregates, and the one produced with a percentage of 60% of fly ash and 100% of recycled aggregates, were classified as ecotoxic. Therefore, raw materials without evidences of ecotoxicity can lead to construction materials with ecotoxicity potential. It was also found that when raw materials with a high level of potential hazards (such as fly ash) are incorporated in construction materials, the potential hazard levels of these materials decrease, due to the ability of cement-based materials to "encapsulate" heavy metals.}
{pt=sustentabilidade, ecotoxicologia, matérias-primas, materiais de construção, cinzas volantes, agregados reciclados de betão, en=sustainability, ecotoxicology, raw-materials, construction materials, fly ashes, concrete recycled aggregates}

Maio 5, 2017, 10:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

José Dinis Silvestre

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Inês Dos Santos Flores Barbosa Colen

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado