Dissertação

{pt_PT=Delimitação e datação diferenciada da planície vulcânica lunar Sinus Iridum baseada na análise espacial de crateras de impacto} {} EVALUATED

{pt=Nesta tese foi desenvolvido um método original fazendo uma utilização conjunta da transformada de watershed com outros dois procedimentos (densidade superficial de crateras e análise da aleatoriedade espacial de crateras), aproveitando a maior resolução fornecida pelas imagens mais recentes, para assim permitir a inclusão de crateras com diâmetro inferior a 500 m e para encontrar as fronteiras entre diferentes unidades geológicas. Este estudo focou-se na região da bacia Sinus Iridum, preenchida com basaltos lunares. O conjunto de dados utilizado consiste num mosaico de imagens da Terrain Camera (TC) da sonda Kaguya, com uma resolução espacial de 7.4 m/pixel. Nesta região, foram detetadas crateras em duas classes de diâmetro D: D ≥ 500 m para toda a região e D ≥ 50 m para 4 sub-regiões quadradas com 30 km de lado, localizadas na transição entre unidades propostas. As densidades de crateras resultantes, integradas com a utilização da técnica de segmentação de imagens watershed, permitiu a delimitação de 4 unidades geológicas distintas em toda a extensão da região Sinus Iridum e encontrar limites mais detalhados nas sub-regiões. Após a verificação da aleatoriedade espacial das crateras dentro de cada região foi delineada através do cálculo da função "mean 2nd - closest neighbour distance" (M2CND). Foi possível determinar as idades absolutas com precisão, resultando em unidades com uma diferença de idades < 570 Ma em toda a extensão da bacia Sinus Iridum e < 100 Ma nas sub-regiões. , en=A novel method integrating the watershed transform with two other procedures (areal density and randomness analysis) is developed, taking advantage of the higher resolution provided by the most recent imagery to include craters with a diameter smaller than 500 m in order to find boundaries between these units. This study is focused in Sinus Iridum, a lunar mare that is filled with craters of approximately 250 km in diameter located NW of Mare Imbrium. The dataset used consist of a image mosaic from Terrain Camera (TC) of Kaguya, with a resolution of 7.4 m/pixel. In this region, were detected craters in two dimensional ranges of diameter D: D ≥ 500 m for the whole region and D ≥ 50 m for 4 square subregions with 30 km side, located on the transition between proposed units. The resulting areal crater densities integrated with the watershed transform allowed to identify 4 distinct geological units and to find detailed boundaries in the subregions. After the verification of the spatial randomness of craters within each delineated region, through the computation of the measure “mean 2nd-closest neighbour distance“ (M2CND), the absolute ages were accurately determined resulting in units with < 570 Ma age differences within the whole region of Sinus Iridum and < 100 Ma age differences in the subregions. }
{pt=Crateras de impacto, Análise da aleatoriedade espacial, Função de produção lunar, Processamento digital de imagens., en=Impact craters, Clusters analysis, Absolute model ages, Lunar production function, Digital image processing.}

Março 28, 2017, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Pedro Miguel Berardo Duarte Pina

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Colaborador Docente