Dissertação

{pt_PT=Análise do funcionamento de passagens hidráulicas relativamente aos efeitos esperados das alterações climáticas: Um estudo preliminar em Portugal Continental} {} EVALUATED

{pt=O presente trabalho pretende contribuir para o estudo do atual funcionamento de passagens hidráulicas existentes em infraestruturas de transporte em relação aos efeitos esperados das alterações climáticas. Para o efeito, foram analisados registos de precipitação diária máxima anual para dois postos udográficos do Sul de Portugal, permitindo estimar tal precipitação para ambos os postos através do ajustamento de uma lei estatística para um período de retorno de 100 anos. Deste modo, as precipitações de projeto e os respetivos caudais foram determinados com recurso a uma metodologia que englobou a estimativa da precipitação diária máxima anual. Através de metodologias hidrológicas e hidráulicas frequentemente utilizadas no projeto de drenagem em Portugal, foram analisadas oito passagens hidráulicas. A análise hidráulica levou a concluir que três das oito obras avaliadas não apresentaram capacidade de vazão suficiente. De acordo com esses resultados, não é possível concluir que as alterações climáticas foram a causa da insuficiente capacidade de vazão das passagens hidráulicas. Todavia, parece razoável esperar que um elevado número de passagens hidráulicas possa já não apresentar uma capacidade de vazão adequada, resultando num elevado número de pontos críticos na rede viária nacional portuguesa, condicionando a segurança das infraestruturas e dos seus utentes., en=The present work aims to contribute to the study of the operation of culverts associated to transportation infrastructures considering the expected effects of climate change. The records of annual maximum daily precipitation were analysed for two meteorological stations in southern Portugal, allowing to estimate such precipitation for both stations, namely through the adjustment of a statistical law for a return period of 100 years. Design precipitations were then determined through a methodology that makes use of the estimation of the annual maximum daily precipitation. Through hydrological and hydraulic methodologies frequently used in hydraulic and drainage projects in Portugal, eight culverts were evaluated. The hydraulic analysis led to the conclusion that three out of the total had an insufficient flow rate capacity. According to those results, it is not possible to conclude that climate change is directly influencing the adequacy of such culverts, in terms of flow rate capacity. Nevertheless, it seems reasonable to expect that a considerable number of culverts may no longer be suitable in terms of flow rate capacity, resulting in a potential high number of critical points in the Portuguese road network, conditioning the safety of the transportation infrastructure and its users.}
{pt=alterações climáticas, precipitação diária máxima anual, caudal de ponta de cheia, passagem hidráulica, dimensionamento hidráulico, capacidade de vazão, en=climate change, annual maximum daily precipitation, design flow, culvert, hydraulic design, flow rate capacity}

Junho 5, 2019, 10:0

Orientação

ORIENTADOR

José Manuel Coelho das Neves

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Jorge De Saldanha Gonçalves Matos

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar