Dissertação

{pt_PT=Quarteirão Cidade} {} EVALUATED

{pt=O projecto aqui exposto resultou de uma intervenção no antigo edifício administrativo da UEP em Almada do arquiteto Keil do Amaral, atualmente num estado de degradação elevado, sem qualquer prognóstico favorável para o futuro. Dada a realidade atual de uma cidade desatualizada e envelhecida, que pouco produz para se tornar um local de estadia e não meramente de dormitório, foi repensado o volume numa escala urbana que englobasse todo o território da cidade de Almada, como ponto coletivo que pudesse servir de charneira a um movimento regenerativo social, populacional e construído. O novo conjunto, alterado, foi baseado em três conceitos arquitetónicos – o vazio, a cidade e as torres. O vazio sendo a praça central, que aglutina o construído e dá continuidade à rua da cidade; a cidade como a soma de volumes horizontais, em que houve uma vontade de consolidar as funções de uma cidade num quarteirão; as torres como elementos verticais que pudessem fazer uma aproximação à envolvente que cresceu freneticamente e de forma descontrolada. O programa escolhido foi o de espaço público no piso térreo – um centro cultural com auditório, espaços comercias e uma biblioteca; e de espaço habitacional para o primeiro piso – apartamentos, quartos para estudantes e quartos ateliers para artistas. Com a pluralidade programática proposta, surge uma primeira sugestão para o que poderia ser um conjunto de intervenções em espaços distintos, que requalificassem Almada e a remetessem para um estatuto que fizesse jus à sua história e importância num contexto nacional., en=The proposed project is the result of an intervention of the old Keil do Amaral’s UEP administrative building in Almada, currently in an advanced state of neglect and without favorable prognostic for the future. Given the current situation of the outdated and aged city, barely standing today as a “place of stay”, the volume was rethought in an urban scale that would encompass the entire territory of Almada. It sought to be a collective space that could serve as a starting point of a social, populational and built regenerative movement. The new altered complex was based on three architectural concepts – the void, the city and the towers. The central place (the void) merges the built environment and gives continuity to the street of the city; the sum of horizontal volumes (the city), where there was a desire of consolidating the functions of a city in a block; vertical elements (the towers) that could attempt an approach to the uncontrolled surrounding that engulfed the building. The chosen program was one of public space on the ground floor – a cultural center with an auditorium, commercial spaces and a library; living space on the first floor – apartments, rooms for students and atelier rooms for artists. The proposed programmatic plurality gives a first suggestion for what could be an ensemble of interventions in different spaces around the city that could reshape Almada and elevate it to the status that it should have given its history and importance in a national context.}
{pt=almada, uep, reabilitação, keil, cidade, quarteirão, en=almada, uep, rehabilitation, keil, city, block}

Novembro 7, 2018, 11:30

Orientação

ORIENTADOR

Miguel José Das Neves Pires Amado

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado