Dissertação

{pt_PT=Playground design: children’s play spaces in the city: from the 1930s up to the present day} {} EVALUATED

{pt=Os parques infantis são espaços públicos determinantes no tecido urbano não só por serem lugares na cidade destinados às crianças, para atividade de brincar e de promoção do seu desenvolvimento, mas também pela sua capacidade de proporcionar vida pública e de estabelecer laços sociais nas comunidades onde se inserem. Contudo, por serem concebidos como estruturas efémeras sem pretensão de preservação, são suscetíveis de serem alterados ou esquecidos com o decorrer do tempo, com grande parte da sua história pouco documentada e o seu estudo ainda bastante subvalorizado. A presente dissertação analisa o desenvolvimento da conceção dos parques infantis com recurso a exemplos pioneiros de diferentes períodos, produzidos internacionalmente entre 1930 e 1980, apresentados em quatro narrativas distintas. Em paralelo, são abordadas intervenções recentes de sucesso concebidas pela firma de design Holandesa Carve, cujos espaços e experiências lúdicas que propõem evidenciam a importância e o potencial dos parques infantis para a vida da criança e para a vivência do espaço urbano. Com este objectivo, o estudo apresenta os princípios de conceção e decisões projetuais, em diferentes dimensões e em tempos distintos, procurando analisar as características espaciais e morfológicas do objeto de estudo; apresentar as circunstâncias, indivíduos e ideas por trás do seu desenho, bem como a sua relevância e contribuição para o contexto em que se inseriu. Por fim, consubstanciar conhecimento ao tema e contribuir para a documentação destes espaços, propondo uma leitura de soluções do passado e do presente que pode servir como referência para o futuro., en=Playgrounds are coveted and important public spaces in our urban fabric, not lone for providing a place for children’s play and development in the city, but also for being spaces capable of fostering public life and community activity. Yet, neither perceived as permanent structures nor designated for preservation, playgrounds often end up altered or lost in the course of time, with much of their history left unrecorded. The following thesis explores a part of the playground development and achievement by rediscovering the playgrounds emerged between the 1930s and the 1980s, tracing the various facets of its solution at different time and location through four major narratives. In a parallel manner, focus is given to the current strategies and interventions of success conceived by Dutch design firm Carve, which intricate and sensible design have demonstrated the significance of playgrounds and its potential to bring about substantial contribution to the children, society and city of today. The study aims to unfold the broad design choices and principles of past and present playgrounds, through analysing its spatial and morphological characteristics; tracking the circumstances, practitioners and visions behind its conception; understanding its relevance and contribution to the respective time and context; and examining the various roles taken up by playgrounds in the city at different times in different places. Ultimately, this work intends to give prominence to the subject matter and contribute to its research and documentation, establishing insights into past and present design solutions as a mean for future reference.}
{pt=Parque infantil, Espaços infantis, Espaço público, Carve, en=Playground design, Children’s architecture, Public play space, Carve}

Novembro 30, 2018, 15:0

Orientação

ORIENTADOR

Maria Alexandra De Lacerda Nave Alegre

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar