Dissertação

{en_GB=Public Policy Framework Supporting “ Mobility - as - a - Service " Implementation} {} EVALUATED

{pt=O contínuo crescimento da população mundial e níveis de urbanização colocam diversos desafios aos sistemas de mobilidade urbana. Ao mesmo tempo, a megatendência da Digitalização marca a atualidade e os “dados” são considerados o novo petróleo do séc. XXI. Os hábitos de consumo assentes na propriedade tornam-se rapidamente obsoletos, e baseado na diversidade de serviços transportes existentes, o “MaaS” emerge como uma potencial disrupção na mobilidade. A presente dissertação tem como objetivo principal propor um Quadro de Políticas Públicas para a implementação de um “MaaS”, baseado inicialmente na estruturação do conceito e proposta de topologia de “MaaS” e por fim na identificação dos instrumentos de política e grupos de atores responsáveis pela sua implementação, tendo em conta os diferentes níveis de decisão e as características de um “MaaS”. O trabalho desenvolve-se em quatro capítulos, sendo o primeiro focado no contexto mundial e especificamente dos sistemas de mobilidade. O segundo incide no universo das questões “MaaS” e no estudo de caso Finlandês, inspirador no desenvolvimento da proposta apresentada por último. O enquadramento teórico associado às políticas públicas corresponde ao terceiro capítulo. Se um “MaaS” for considerado uma ferramenta de gestão de mobilidade - permitindo evidenciar uma proposta de valor e articula-la com a oferta e a procura, assegurando todos os meios de informação e transação entre estes, possibilitando funções de monitorização – poderá ter um importante impacto na implementação de objetivos de política associados à mobilidade sustentável e constitui uma oportunidade para a redefinição do transporte público e do seu financiamento. , en=The continuous growth of world population and rising urbanization poses several challenges inside urban mobility systems. At the same time Digitalization megatrend is reshaping lives worldwide, and “Ownership” is shifting to “Usership”. Data is seen as the new “oil” of the XXI century, where “Open Data” availability becomes vital. Based on the existent diversity of transport services, “MaaS” emerges as a potential mobility disruption. This work aims to propose a “MaaS Public Policy Framework” with a two-stage approach, first structuring “MaaS” concept and proposing a “MaaS topology” and secondly identifying policy instruments and indicative group of stakeholders responsible, by each urban mobility management decision level and “MaaS” feature. This work is divided in four chapters: the first, focused on world and specific Urban Mobility trends and policy context and the second one on understanding the universe of “MaaS” questions. The “MaaS System” in Finland was considered as an inspirational case-study for the proposal development, which corresponds to the final chapter. The theoretical framework on public policy corresponds to the third chapter. If “MaaS” is considered a Mobility Management tool, supported by a coherent public policy framework, besides allowing a value proposal and its articulation with supply and demand, ensuring all means of information and transaction between the two market sides, it will enable the feeding of monitoring functions that the authority intends to wield, which can have an important impact on the implementation of sustainable mobility policy goals and constitutes an opportunity to redefine public transport and its financing. }
{pt=Mobilidade-como-um-serviço, Políticas Públicas, “MaaS”, Instrumentos de Política, Mobilidade, en=Mobility-as-a-Service, Public Policy, “MaaS”, Policy Instruments, Mobility}

Novembro 16, 2018, 16:30

Orientação

ORIENTADOR

Maria do Rosário Mauricio Ribeiro Macário

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado