Dissertação

{pt_PT=O Palácio Alvor. De residência aristocrática do século XVIII a Museu Nacional de Arte Antiga} {} EVALUATED

{pt=O objecto de estudo deste trabalho de investigação é o edifício do Palácio Alvor. Desde a sua construção em 1698 que o edifício foi habitado por aristocratas portugueses, ao que se seguiram um provedor da Casa da Moeda, um conde alemão, um cônsul holandês, um aristocrata inglês e até D. Amélia de Leuchtenberg, Imperatriz do Brasil e 2ª mulher de D. Pedro IV. Foi depois comprado pelo Estado e serviu de sede ao Museu Nacional de Belas Artes e ao Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), a partir de 1911. O edifício foi sendo sujeito a obras de alteração e de ampliação. O MNAA ocupa actualmente o edifício original do palácio, um edifício anexo a Poente e ainda a Igreja das Albertas. O objectivo deste trabalho era a formulação de hipóteses de caracterização do Palácio Alvor em concepções anteriores às já conhecidas (1931), idealmente na sua concepção original (1698). A caracterização incluiria a apresentação de plantas do edifício tal como terá sido na época da sua construção e nos momentos em que foi intervencionado de forma significativa. Os resultados mais directos desta investigação foram as plantas relativas ao estado do palácio em 1774, e sua justificação, tendo-se concluído não ser possível formular uma hipótese credível sobre a configuração original do palácio. Foi também aqui recolhida, organizada e comentada criticamente a informação histórica e arquitectónica produzida por outros investigadores, permitindo um conhecimento mais completo sobre o palácio nos 320 anos da sua existência. , en=The subject of study of this investigation is the building of Alvor Palace. From its construction in 1698, the building was occupied by Portuguese aristocrats, a count from Germany, a Dutch Count, an English aristocrat and even by D. Amelia, Empress of Brazil and wife of D. Pedro IV. It was bought after by the Sate and it was chosen as the building to install the Fine-Arts Museum and , from 1911, to the National Ancient Art Museum (MNAA). The building was subject to transformations and extensions. The MNAA presently occupies the original building of the palace, a building built to west and the Church of Santo Alberto. The objective of this work was the formulation of hypothesis of characterization of the Alvor Palace in earlier conceptions to the earlier known (1931), ideally in its original conception (1698). The characterization would include the presentation of the building plans of the building's state in 1774, and its justification, having concluded it was not possible to formulate a credible hypothesis about the original configuration of the palace. It was also here gathered, organized and critically commented the historical information and architectonical produced by others investigator, allowing a more complete knowledge about the palace in its more than 320 years of existence. }
{pt=Palácio Alvor, Palácios urbanos seis-setecentistas, Casa Nobre, Museu Nacional de Arte Antiga, en=Alvor Palace, Urban Palaces of the 17th century, Noble House, National Ancient Art Museum}

Julho 2, 2018, 11:0

Orientação

ORIENTADOR

João Rosa Vieira Caldas

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar